Do campo para a barriguinha do nosso bebé

30.6.17



Esta semana partilhei convosco que tinha ido a uma conferência da Nestlé. E em continuação dessa mesma conferência foi-me feito o convite para ir conhecer de perto todo o processo da papa Cerelac.

Confesso que até há data nunca tinha dado papas Cerelac, nem mesmo as integrais aos meus filhos. Optava sempre pela da Holle, mesmo sabendo que os babys não morriam de amor por elas. Mas a papa Cerelac não me convencia de todo...

Mas acredito que para termos uma opinião mais consciente sobre as coisas devemos estudar sobre o assunto ou até mesmo ver com os nossos próprios olhos e foi isso que fiz. Aceitei de imediato o convite e lá fui até a Herdade do Monte dos Pobros em Vila Viçosa. ver como tudo funciona.

No imediato fiquei logo deslubrada pela imensidade de searas que se faziam perder de vista, o trigo brilhava de tal forma que chegava a encadiar os olhos.


Conheci o produtor, que me transmitiu imensa segurança e que adiantou que por se tratar de um trigo para bebé é tratado de uma forma muito rigorosa e com um grande controlo.

A Nestlé preocupa-se muito com a escolha dos seus produtores e com a escolha das suas sementes. Isto porque a indústria alimentar é altamente legislada.

Inclusive falou-se que existe um perímetro de segurança à volta das searas para que não haja vestígios de pesticidas e afins.

Outra coisa que também me fascinou foi saber que tanto o produtor como a Nestlé se preocupam com as colheitas sustentáveis e tudo fazem para proteger o meio ambiente.

Depois de colhido o Trigo, passa-se para a moagem e aí começa um processo longo que vai originar a papa para o nosso bebé.

1. Matérias Primas (trigo moído, água e leite)
2. CHE - Cereais hidrolizados enzimaticamente (Hidrolisam a farinha para evitar os grumos na papa, serve também para  facilitar a digestão e libertar os sabores para que adoce a papa).
3. Misturas húmidas
4. Secadores (secam o produto)
5. Moinhos calibradores (tranformam a mistura em pó. É aqui que adicionam as frutas o complexo vitamínico, cálcio e ferro)
6. Enchimento (A embalagem também é sujeita a um grande rigor pois será a embalagem que vai proteger todo o produto).





É um processo relativamente simples mas que é revisto vezes sem conta, para que nada falhe, em média todas as papas passam por 100 controlos e só depois é que são destribuídos para as lojas. Uma coisa que aprendi é que a indústria alimentar infantil tem altos padrões de segurança e é altamente legislado.


Com esta visita percebi que os cereiais infantis da Nestlé são 100% naturais, enriquecidos em vitaminas e minerais, tais como o ferro, zinco, vitamina C e vitamina A, isto para assegurar que vai de encontro à necessidades nutricionais do bebé.




Outra coisa que aprendi e que cometia várias vezes o erro era não obedecer às doses recomendadas, fazia as papas a olho e muitas vezes até alterava o leite por água ou vice versa. Dependia do que tivesse em casa. Grande erro! Pois percebi que as dosagens e as papas de leite ou de água são para serem respeitadas pois já foram pensadas nutricionalmente para obedecer às necedidades da criança.

Mas no meio disto tudo foi impossível não surgir a pergunta sobre os açucares, e a Nestlé afirma que toda a Cerelac (linha azul) têm açucares naturais que provêm da fruta, do leite e dos cereais, ou seja, não são adicionados açucares. Todo o sabor que se sente nas papas é unicamente exlusivo dos açucares naturais inerentes aos seus produtos.

Contudo a Cerelac (original) tem açucares, daí aquele sabor que todos nós conhecemos e que tanto gostamos. Mas a Nestlé por ser uma marca atenta ao mercado, tem consciência que é preciso mudar e por isso todos os dias trabalha para que se retire de forma gradual os açucares adicionados, isto porque não seria também bom para a marca retirar de um dia para o outro o sabor orginal que tantas pessoas identificam.

Paralelamente a isto tivemos uma apresentação com o Dr. Hugo Rodrigues, pediatra e autor do Blog Pediatra para todos, que ajudou a desmistificar alguns temas relacionados com a alimentação infantil.

Primeiro que tudo deixou bem claro que as mães não se medem por fazerem a papa em casa ou por comprarem já feitas. O mais importanteque de tudo é termos bom senso, devemos de ir alternando entre uma e outra até porque nem tudo o que é feito em casa é necessariamente o melhor. É um facto que o que fazemos é controlado por nós, mas também é um facto que não sabemos muitas vezes de onde provém as farinhas, frutas e até os legumes que temos em casa. Por mais que muitas vezes na etiqueta tenha biológico... (mas isto são outras conversas).

As papas de compra têm a grande vantagem de ter uma maior densidade nutricional, de os cereais serem controlados e de serem muito práticas, enquanto que as papas feitas em casa têm um menor controlo de qualidade nos cereias, existe um desconhcecimento da composição nutricional pois não conseguimos medir a quantidade de cálcio, de ferro e de vitaminas que estamos a dar. Até mesmo o açucar é relativo, pois quantas vezes damos uma bolachinha Maria com iogurte aos nossos filhos?

Com isto tudo posso dizer-vos que cheguei a casa com uma opinião completamente difrente da que fui, percebi que não estou a fazer mal ao meus filhos se der uma papa de compra e muito menos estou a ser má mãe, como tantas vezes se quer passar essa imagem. Claro que continuarei a fazer papas caseiras mas irei seguramente alternar com as de compra.

Actualmente deixei de comprar as da Holle e comecei comprar as papas Cerelac (embalagem azul), sinto que os baby boys comem com outra satisfação e eu sinto-me tranquila em dar-lhes pois sei de antemão que o que lhes estou a dar dar não é prejudicial à sua saúde.



E é neste ponto que concordo a 100% com o Dr. HR, o mais importante é termos bom senso. Nada como ir alternando a alimentação dos nossos filhos de uma forma consciente. E se estamos fora de casa porque não dar uma papa de pacote? Acima de tudo é importante que sejamos práticas, o que não significa que estejamos a dar pacotes de acuçares aos nossos filhos.

A minha opinião mudou e agora sinto-me uma mãe muito mais feliz e os baby boys agradecem :)









Sem comentários:

Publicar um comentário