Um novo rosto, uma nova imagem...

29.9.16

Lembro-me como se fosse hoje quando decidi mostrar ao "mundo" a minha vida, os meus filhos...

Foi uma decisão bastante ponderada entre mim e o B, primeiro porque antes do T nascer tínhamos decidido nunca expor um filho nosso em redes sociais, segundo porque não sabíamos até que ponto é que queríamos a nossa vida exposta.

Mas... algo me dizia que seria importante para mim, e para a sociedade mostrar a nossa família, uma família igual às outras, com alegrias e tristezas e com desafios constantes.

Senti necessidade de "gritar" bem alto, para todas as pessoas ouvirem, que o T era igual às outras crianças, fazia tudo o que as outras faziam, apenas tinha um cromossoma a mais.

22 meses depois do seu lançamento, sinto-me feliz por conseguir todos os dias mostrar à sociedade que é possível, que ter T21 não é nenhuma doença, não é nenhuma "sentença de morte".

Tenho consciência que já fiz a diferença para muitas Mães que atravessam diagnósticos complicados dos seus filhos, e isso já me deixa feliz e com um sentimento de missão cumprida.

A essência mais pura de um Blog é isto, é falar de nós sem máscaras, sem rodeios e fazer a diferença para quem o lê.

A vocês, que estão do outro lado, obrigada pelo vosso carinho constante e por acompanharem a minha família diariamente. Sem vocês a minha vida seria sem dúvida menos completa.

E por tudo, por vocês, por mim e pelos meus filhos, decidi mudar a imagem do Blog. E para isso desafiei a Maria Tita a fazê-lo pois adoro o seu estilo clean e o toque de ternura em que deposita em tudo o que faz.

Apenas lhe pedi ajuda, nesse sentido em mudar, e o resultado foi este....









Adorei, Adorei, Adorei!!

Não tenho palavras!!

Com uma única imagem conseguiu transmitir o quanto este Blog é especial. 

Atrevi-me mesmo a perguntar-lhe onde se tinha inspirado em fazer uma logotipo tão bonito e a resposta foi esta:

"A inspiração veio através de si e dos post's que vai escrevendo sobre a sua família. As letras arredondadas reflectem o carinho, amor, a delicadeza de um bebé. A estrela é o próprio Tomás Maria: em tudo aquilo que ele representa, um menino muito especial".

Obrigada Maria Tita por mais uma vez me surpreender,

E acima de tudo...

Obrigada a todos vocês que nos acompanham diariamente!



Acompanhem-nos também pelo Instagram: @ tomas_my_special_baby






O tempo jamais voltará atrás...

23.9.16

Cada vez mais a vida é uma correria, e muitas vezes sinto que o que de mais verdadeiro importa na vida não é usado com a máxima importância...

Lembro-me de pensar, quando ainda era uma miúda que queria muito ter tempo para usufruir dos meus filhos, ter tempo de qualidade...

Para isso houve coisas que tive de abdicar, uma delas o lado profissional. Infelizmente com as exigências do mercado, ter uma carreira e ser mãe são palavras que não combinam. Atrevo-me mesmo a dizer que são incompatíveis!!

O mundo do trabalho é cada vez mais sufocante, deixa-nos sem margens de manobra, sem horários, quase sem ar, vivemos numa sociedade onde um bom profissional mede-se pelas horas de trabalho e não pelas horas de qualidade que dá a empresa, pois hoje em dia sair às 18h é um "luxo".

E no meio de tantas horas, quem fica a perder é a família, pois muitas vezes é inevitável ter tempo e até alguma presença de coração com os nossos filhos pois chega-se a casa tão cansado que só ansiamos pela cama.

Isto não nos faz piores Mães, mas faz-nos umas Mães sem tempo para desfrutar dos nossos filhos. O que pode a longo prazo gerar um sentimento de frustração...

"Dizem os entendidos" que ficar em casa com os filhos, é algo démodé, pois uma mulher quer-se independente e com sucesso, mas o que é certo é que antigamente não havia isso, não porque as mulheres não eram capazes, mas porque não existe no mundo ninguém melhor que uma Mãe para tratar dos seus filhos.

Talvez os antepassados é que estavam certos... não sei... mas tenho a certeza que embora cansativo eram mulheres muito mais preenchidas e felizes pois acompanhavam de perto cada vitória, cada lágrima dos seus filhos.

O tempo é algo que jamais volta para trás e todos os dias tenho presente isso. Luto todos os dias para conseguir ter tempo de qualidade com os meus filhos, quero guardar cada etapa deles, quero gravar para sempre o seu cheiro, quero pegar neles ao colo até me dizerem que não querem mais, quero acima de tudo que eles tenham sempre uma referência de família na vida deles, quero que saibam que haja o que houver a mãe estará sempre para festejar as suas vitórias e amparar as suas quedas. 

Só conseguimos tornar os nossos filhos em seres humanos completos, felizes e confiantes se lhe dermos o ingrediente mais importante da vida, a família.

Há coisas na vida que o dinheiro jamais comprará...











Acompanhem-nos também pelo Instagram: @ tomas_my_special_baby





Os preparativos!!

21.9.16

Estas últimas semanas têm sido um pouco caóticas...

Com poucas horas de sono, para que o dia 1 seja perfeito.

Já há muito tempo que a data estava escolhida, pelo menos desde que me apercebi que dia 1 de Outubro seria Sábado, isto porque o dia 1 de Outubro é um dia muito especial para toda a nossa família pois nesse mesmo dia, há cinco anos estava a dizer o "sim" ao melhor marido e Pai do Mundo.

Vai ser sem dúvida um dia nostálgico, e que passará ainda a ser mais especial para nós!!

Mas embora o dia tenha sido escolhido com bastante tempo, o mesmo não se aplica aos preparativos... com o nascimento do Baby FM, fiquei ainda com menos tempo para tratar de todos os preparativos e como "belo português" deixei tudo para o fim e agora tenho quinhentas mil coisas para tratar, uma lista infindável de coisas a menos de duas semanas do grande dia.

Um batizado embora não seja como um casamento requer alguma dedicação para tornar a todos os amigos e familiares um dia inesquecível, são várias coisas a tratar como o espaço, decoração, catering, flores, coro, missais e afins... uma infindável lista de coisas para tornar o dia ainda mais especial.

Vale-me a ajuda da Menta Dourada, a quem deposito a maior confiança para decorar todo o espaço!!

O vestido do Baby FM vai ser o mesmo do T, a vela, toalha de batismo e concha já foram escolhidas na Letra Bordadas, o segundo fato e a roupa do T já estão a ser feitos pela Be Chic. Agora é tempo de fazer as mesas, algo que odeio!! Imprimir missais e tratar dos últimos pormenores com todas as empresas envolvidas.

No dia 1, estejam pelo Facebook e Instagram, vou tentar partilhar convosco "in loco" todo o dia.


         

Acompanhem-nos também pelo Instagram: @ tomas_my_special_baby



Ser Mulher!

16.9.16

Muitas vezes dou por mim a pensar que nós Mulheres não temos noção da enormidade da nossa força...

Mas afinal o que é ser Mulher?!? O que é esperado de nós?!?

.... Ser uma profissional de excelência

.... Ser Mãe

.... Ser Amiga

.... Ser filha

... Ser amante

... Ser Dona de Casa

... Ser organizadora de eventos familiares

....Ser....

.... Mulher!!


Palavras tão curtas mas que nos levam todos os dias à luta, para cumprirmos o nosso papel na sociedade.

Tantos papéis e uma só vida para os representar.

Creio que nós mulheres achamos que temos o mundo nas nossas costas, queremos ser tudo, queremos dar o nosso melhor, queremos estar presentes em cada etapa, em cada sorriso, em cada queda, em cada lágrima dos nossos filhos...não ousamos deixar esse papel para ninguém, é um papel que não o deixamos noutras mãos, não porque não confiamos mas porque queremos estar lá, viver cada vitória, cada tristeza junto deles. Depois muitas vezes com noites mal dormidas pelo meio, temos um trabalho à nossa espera, trabalho esse que queremos dar o nosso melhor, sermos bem sucedidas. Depois chegamos a casa e temos uma casa para organizar pois ninguém melhor que nós a põe como queremos. Depois temos um marido que chega a casa, também cansado do seu trabalho, e que também precisa de atenção. Depois muitas vezes pelo meio surgem telefonemas de amigas e da Mãe a chamarem por nós, a pedirem os nossos conselhos e com elas vivemos também os seus problemas...

Ufa... estou cansada... mas é esta a realidade não de todas mas de muitas mulheres.

Não conseguimos que seja de outra maneira, não é verdade?!?

Mas no meio disto também é preciso, parar... e saber pedir ajuda, não que sejamos fracas mas porque não somos "Super Mulheres".

Todos os dias, existem objetivos a alcançar e metas cumpridas.

É assim a minha vida... Não sei viver de outra forma!

Com isto não quero menosprezar o papel de um homem, de Pai, mas o que é certo é que a Mulher tem uma capacidade de fazer tanta coisa e de pensar ainda em mais que só uma Mulher sabe.

Por isto e por tudo, as Mulheres são uma força da natureza.

Chapéu: Maria Joah



Acompanhem-nos também pelo Instagram: @ tomas_my_special_baby

Viver o futuro dos nossos filhos...

9.9.16

Nunca fui uma pessoa do passado mas sim do presente pois só vivendo o presente com intensidade é que podemos conseguir construir um futuro risonho.

Mas desde que fui Mãe, comecei a dar mais importância ao futuro, por diversas razões, primeiro porque é normal ter uma certa ansiedade sobre o futuro do T, estou sempre a pensar um pouco mais além..nos "se's, depois como qualquer Mãe é inevitável não pensar no futuro dos nossos filhos enquanto pessoas adultas.

Só de pensar que vai chegar, o dia de:

"Mãe, vou dormir a casa de uns amigos...."

"Mãe, posso sair à noite?"

"Mãe, esta é a minha namorada"

"Mãe, este fim‑de‑semana não posso...vou estar com os meus amigos..."

Só de pensar que um dia irei acordar e irei enfrentar todas estas perguntas e mais algumas, o meu coração gela.

Talvez por querer o melhor para os meus filhos, faz com que fique um pouco assim amedrontada.

Sei que vivemos numa sociedade cruel, que é inevitável eles não tropeçarem em pedras da calçada, que não sofram de amores... mas uma Mãe apenas quer que os seus filhos sejam felizes.

Por vezes dou por mim a olhar para eles a dormirem, horas e horas, acabando mesmo por perder a noção do tempo. Só quero guardar aquele momento para sempre na minha memória pois sei de antemão que qualquer dia este tempo já não me pertence.

É este tempo que me amedronta pois o bater das asas é algo que jamais alguma vez possamos controlar.

Quando somos Mães, começamos a olhar para a vida de outra forma, a dar-lhe mais valor pois afinal deixamos de ser só nós, e passamos a ser de alguém. Os sorrisos dos nossos filhos dependem de nós do nosso bem estar.






A felicidade só depende de uma pessoa..de nós!!

Devemos isto a nós e aos nossos filhos...


Acompanhem-nos também pelo Instagram: @ tomas_my_special_baby

O lado da maternidade que ninguém vê...

2.9.16


A maternidade têm dois lados, o lado que se vê quando a porta da nossa casa se abre, e o lado de quando ela se fecha...





Aquele lado mais negro que não se fala, mas que esta lá, entre as nossas paredes.

Depois de ter sido Mãe percebi que a palavra Mãe, é uma palavra muito forte, muito pequena mas com tanto significado.

Ser Mãe é maravilhoso, o papel mais importante na vida de uma Mulher (pelo menos para mim). Percebemos que a nossa vida antes não fazia qualquer sentido.

Depois existe um lado que ninguém vê, que não é falado, talvez pelo medo de olhares reprovadores...

Algo que fica para dentro da nossa casa, gravado nas nossas paredes.

Mas final o que se passa dentro da nossa casa?!?

Um cansaço avassalador, com noites mal dormidas, horas e horas a consolar os nossos filhos, tantas que muitas vezes nos levam aos limites. O que vale é que existem as bases, os pós e afins ..que nos fazem ter um ar mais leve para quando saímos de casa.

O Corpo leva o seu tempo a chegar ao seu sítio, foram 9 meses de transformação contante e depois leva mais algum para estabilizar e os excessos desaparecerem, o que muitas vezes nos leva a refugiar mais em nossa casa, junta das nossas coisas.

Toda uma transformação hormonal, que nos leva a um sentimento muitas vezes de loucura, ora estamos alegres, ora choramos porque sim... atrevo-me mesmo a dizer que não existe momento mais forte de quando chegamos a casa vindas da maternidade com um filho nos braços.. é uma roda viva de sentimentos e choro na certa, pelo menos para mim.

Depois temos a pressão de amamentar, que os nossos bebés recuperem do peso que perderam ao nascer, muitas vezes com dores, com gretas mas sempre com um objetivo. No meu caso tive mesmo que recorrer a ajuda externa de uma CAM pois aquelas dores enquanto eles mamavam era como facas a espetar no meu peito, mas com esforço, calma e ajuda da CAM M lá consegui ultrapassar as dores. Aconselho vivamente que não desistam logo nas primeiras dificuldades, consultem uma CAM ou então peçam ajuda na Amamenta Lisboa (existem também outras zonas) pois o elo de ligação que se cria entre uma mãe e um filho na amamentação é assim algo inexplicável. 

Depois deixamos de ter aquele apoio constante das enfermeiras, médicos e auxiliares, para o enfrentar de uma realidade, de uma mudança de 360º, em que nos faz sentir perdidas e com medo...muito medo...medo de falhar.. medo de aceitar uma nova realidade, medo de não conseguir perceber o choro do nosso filho.. medos e medos.

Naquele momento deixamos para trás a nossa individualidade enquanto pessoa e a nossa vida passa a ser gerida por um ser tão pequeno que move o nosso coração de uma forma sufocante.

O nosso tempo começa a ser gerido de outra forma, tentando ao máximo simplificar todas as nossas tarefas diárias. Depois existe uma logística fora de série para quando queremos sair para apanhar um pouco de ar... por vezes só de pensar perdemos a vontade e ficamos pela janela.

Ser mãe é isto e muito mais, só depois de o sermos é que percebemos as nossas Mães. Passem os anos que passarem, Mãe é mãe... as dificuldades são as mesmas, os sentimentos e emoções também...a profissão mais valiosa do mundo, mas que não é paga e é constantemente desvalorizada pela nossa sociedade.

É difícil, algumas vezes até demais mas É a MELHOR COISA DO MUNDO!!

Mãe é isto... é sermos "loucas" pelos nossos filhos!!




Acompanhem-nos também pelo Instagram: @ tomas_my_special_baby