Dois dias em cheio!

25.6.17
Este fim-de-semana parece que foi escolhido a dedo pois foi cheio de festas, de bolos e de parabéns!!

Os baby boys estiveram imparáveis, sempre felizes, a correrem de um lado para o outro, a explorarem tudo à sua volta. Estivessem onde estivesssem sentia-se que eram irmãos pois onde estava um estava o outro, sempre muito cúmplices. 

Look T
Jardineiras | Oshkosh
Camisa | Be Chic
Look Baby FM
Jardineiras | Oshkosh
Body | Laranjinha
Sandálias | Pés de Cereja 


Foram dois dias em que me dediquei a eles a 100% e foi tão bom! Foram raros os momentos que usei o relógio e foi o melhor que fiz pois a agenda era bastante ambiciosa e assim permitiu que gozasse em pleno os momentos sem grandes ansiedades.

O mais incrível foi que os nossos atrasos não foram muito sentidos, pois a margem foi pouca :) 

Parece que finalmente estamos a conseguir organizar bem toda a logística.

Amamentação

23.6.17
Estava perante uma mulher, com parto ocorrido há 48horas. A minha colega tirou o bebé do berço, entregou-o no colo da mãe e disse: “Vamos coloca-lo à mama?” Ao que a mãe responde: “Não…não quero amamentar!”

Ficou um ambiente algo comprometedor no ar. No entanto…esta mulher após ter sido devidamente esclarecida sobre as vantagens da amamentação foi respeitada e apoiada na sua decisão. A amamentação dever ser acima de tudo um prazer!


Parece por vezes existir uma pressão social para a perfeição da mulher, das suas escolhas, das suas capacidades. Este exemplo real que acima vos apresento, permite somente transmitir que, ainda que a amamentação seja um benefício inquestionável, existe um outro lado, o de uma mulher, que como tal tem direito às suas escolhas, a ter dúvidas…inseguranças, tem direito a errar e acima de tudo a ser apoiada!

Com este artigo quero vos transmitir as maravilhas da amamentação, mas antes de tudo dizer-vos que pode não ser perfeito, e aliás não têm que exigir isso de vocês.

Quero ainda realçar outro “aspecto” importante, o papel do pai. Parece que o homem é um pouco afastado desta temática. No entanto, é importante existir um pai motivado, positivo, envolvido, que apoie a mulher neste processo. Inclusivamente, pode ser imprescindível quando surgem problemas, auxiliando diretamente nos cuidados mamários.

A amamentação é um processo ímpar, íntimo e especial que em si só confere vantagens como: fortalecimento da vinculação, estímulo visual e contacto físico. Resulta de um processo complexo e inato do organismo da mulher. Ao longo da gravidez o sistema endócrino tem vindo a “trabalhar” na produção hormonal. Quando o bebé nasce, e há estímulo mamário existem duas hormonas mandatárias envolvidas neste processo: a prolactina, grande responsável no estímulo produtivo de leite, e a ocitocina, responsável pela contração muscular do tecido mamário permitindo a chegada do leite ao bebé. Atenção! A ocitocina é influenciada pela ansiedade e stress: mães preocupadas, representa menor produção de ocitocina e consequentemente menor produção de leite. Daí a importância deste ser um processo prazeroso.

Para a mulher, representa vantagens como: redução do risco de vários tipos de cancro e osteoporose, ajuda a readquirir a forma física, proporcionando uma perda geral do peso e contribui para que o útero volte às suas dimensões anteriores (involução uterina).

Para o bebé, o leite materno é quase como que um “liquido prodígio” cheio de potencialidades: Reúne os nutrientes essenciais ao crescimento da criança, facilita o processo de digestão, previne infecções (gastrintestinais, respiratórias e urinárias), protege contra alergias, contribui para reduzir doenças crónicas como a diabetes. Para além de tudo isto é económico, ecológico, seguro e está “sempre” disponível, à temperatura correcta.

Fotografia | Sugar & Soul


Dar o nosso melhor ao nosso piolho

23.6.17


O T ainda não foi para a escola, só começa em Setembro e aí começará uma nova fase em nossa casa, confesso que ainda não me habituei à ideia mas isso fica para outra "conversa".

Sei de antemão que a probabilidade de o T ficar mais adoentado é mais elevada e também sei que até pode vir algum dia a ter piolhinhos...

O Verão é a estação do ano que reúne as condições ideias para o desenvolvimento dos piolhos , isto porque gostam de meios húmidos e quentes. É muito difícil ver os piolhos a olho nú pois são bichos muito pequenos e com uma cor que se confunde muitas vezes com o cabelo, por isso a melhor zona a procurar será na nuca e atrás das orelhas.

Outra sugestão para detetarem os piolhos é colocar uma toalha branca sobre os ombros da criança e passar o pente metálico da NeoQuitoso em todo o cabelo, para que consigamos identificar algum piolho na toalha.



A pensar nestes bichos "horrendos" a Neo Quitoso Plus 100 é uma solução cutânea que atua no tratamento do cabelo infestado com piolhos e lêndeas. Uma das coisas boas é que este produto não contém conservantes, agentes corantes nem sabão, tem um pH neutro e é adequado a crianças pela sua composição suave.

Este produto está carregado de vantagens e embore ainda não precise já o tenho para uma eventualidade e assim aproveitei o pack promocional com oferta de toalhas e fitas descartaveis.

Este produto está carregado de vantagens:
  • Aplicação em cabelo seco
  • Fácil de aplicar
  • Aroma suave
  • Suave para o couro cabeludo
  • Eficaz em crinaçs e adultos
  • Atua em em 20 minutoos
  • Inlui pente metalico
  • Textrura suave e facilitadora na passagem do pente
  • Sem inseticida, não cria resistências







Acompanhem-nos também pelo Instagram 


Em modo relax

22.6.17

Já não é a primeira vez, mas sim a terceira que vou ao Spa for babies. Fica situado no Porto e é sempre visita obrigatória.

Infelizmente não existe nada parecido em Lisboa, o que é um pena. Já pedi à responsável pelo conceito, a Dra. C para que levasse este espaço fantástico até Lisboa. A ver vamos...

Sempre que vou lá adoro tudo, adoro o espaço zen, adoro o cheiro, adoro as massagens que proporcionam ao T, adoro vê-lo a brincar nas piscina, adoro tudo e tudo.

Depois as terapeutas que lá trabalham são de uma simpatia e profissionalismo que não deixam ningém indiferente.

O espaço Forbabies não tem só Spa, têm também um espaço de psicologia clínica e muitas atividades que ajudam a proporcionar um bom desenvolvimento ao nosso filho.

A Dra. C tem formação em psicologia clínica e é especializada em bebés. Tive oprtunidade de a conhecer e é uma pessoa a quem confio a 100% pois tem muitos conhecimentos em tudo o que se refere ao desenvolvimento de uma criança.





Lançou recentemento o livro "Socorro! O meu bebé não dorme", ainda não o consegui ler todo mas do que já li estou a gostar imenso e a ficar com imensas dicas para aplicar no Baby FM.

Uma visita ao peixinhos e tubarões

21.6.17


Já tinha ouvido falar do Sea Life Porto, mas como somos de Lisboa ficava um pouco fora de mão e até dispendioso ir só pelo aquário. Mas como sei de antemão que de 6 em 6 meses vamos ao Norte, já tinha em mente proporcionar-lhe uma experiência diferente. Podem ver aqui.

Confesso que não estava à espera de um aquário tão "rico, estava cheio de várias espécies, desde ouriços, a taburaões, ao peixe palhaço, ao polvo, vimos um pouco de tudo.



Aquelas cores dos aquários não deixam ninguém indiferente.

O Sea Life tem um túnel subaquático com cerca de 500 mil litros de água, em que ficamos mesmo de frente para os tubarões. Adorámos!!


Matych Matchy Colar | Welove âmbar 

O T estava fascinado, não parou um segundo, andava de aquário em aquário muito atento a tudo o que via.

O nosso país esta de luto

20.6.17
Já tive oportunidade de ver tudo o que se passou nestes últimos dias e é inevitável não sofrer com todas as pessoas que perderam os seus familiares e os seus bens.

Sinto-me triste e por mais que o sol esteja presente nestes dias, não brilha da mesma forma.

As redes sociais partilham momentos de dor e de angústia. Momentos esses que nos bloqueiam e que nos fazem repensar no que na realidade queremos para a nossa vida.

Passamos a vida a questionar a nossa vida, discutimos porque o nosso vizinho fez barulho pela manhã, porque está trânsito, porque está calor, porque está frio, porque os nossos filhos não dormem, porque fazem birras, porque não temos dinheiro para comprar um carro novo, porque não emagrecemos, simplesmente porque nunca estamos bem com o que temos.

Mas na realidade se pensarmos bem, queremos tudo isto e a dobrar só para termos a nossa família ao nosso lado.

Todas aquelas imagens que vi, mães a segurarem os filhos nos braços, carros queimados, aqueles corpos marcaram-me e não me deixam sorrir.

Só de pensar que podiam ser os meus filhos a estarem naquele fogo, o meu marido, os meus pais fico sem ar. É muito duro! E ninguém merecia passar por isso.

É impossível não sentirmos o nosso coração do tamanho de uma ervilha perante tamanha catástrofe.

Portugal uniu-se de uma forma exemplar e que mostrou a sua grandeza humana.

Eu mesma vou pegar em roupa que não faz falta à minha família e vou fazer questão de ajudar a minimizar os estragos de algumas famílias, sei que jamais conseguirei dar paz aquelas pessoas mas pelo menos ajudarei a terem uma vida mais reconfortante.

Podia estar aqui a mostrar os meus filhos felizes, a rir a brincar mas não sou capaz de o fazer porque como mãe sinto cada dor daquelas pessoas.

Vamos todos meter o nosso país a sorrir.

A todas as vítimas e familiares os meu sinceros sentimentos.



Fotografia | Sugar & Soul







Segunda consulta

19.6.17

Hoje o T ao acordar foi logo a correr para a porta e ali ficou a mexer na barriga, como se quisesse ir tomar banho e na realidade o que ele queria mesmo era ir para a piscina e confesso que nós também.

Mas hoje a consulta era de manhã, o que fez com que não tivéssemos tempo para grandes mergulhos.

Ontem já tínhamos tido um óptimo feedback por isso íamos para esta consulta de uma forma muito tranquila.

Chegámos e a primeira coisa que nos deram foi os parabéns pois o T tinha tido um crescimento de 113% na idade neurológica, basicamente significa que o T está muito perto da sua idade real.

E contra todas as nossas expetativas, recebemos um diploma de compreensão e na realidade ele percebe muito bem o que lhe dizem.



Saímos radiantes e com a certeza que de 6 em 6 meses subimos degraus de vitórias no desenvolvimento do T. A felicidade é tanta que não se consegue bem explicar...