O Amor não conta Cromossomas

21.3.19

Hoje celebra-se o dia Internacional da Trissomia 21. Um dia que nos tempos de hoje já não deveria ser representativo mas ainda o é.

O T é muito mais que um cromossoma assim como todas as crianças que nascem com esta condição genética.

Não é bom, nem é mau. É normal!! Tem o seu "q" de dificuldade como tantas outras coisas na vida.

Mas infelizmente as questões físicas ainda limitam muito a igualdade de oportunidades.

Todas as crianças devem ter o direito à vida e ser felizes, tenham elas trissomia, autismo, sejam gordas, magras ou de cor.

Caminhamos para uma sociedade de igualdade mas cabe a nós fazer a diferença.

São as diferenças que enriquecem o ser humano e que fazem desta sociedade um mundo melhor.

Há um ano dei voz a muitas famílias com o lançamento de um livro pioneiro no mercado onde aborda a maternidade, a trissomia e o amor.

Hoje espero chegar ainda mais além com este vídeo de mães que mostram da forma mais simples e genuína o que é ter um filho com Trissomia 21.

Não sou eu que vos digo que é possível mas sim todas estas crianças que de certa forma mostram que o amor é mais que qualquer cromossoma extra.

Obrigada a todas as mães que alinharam comigo neste vídeo e que tornaram possível esta minha ideia.






Bons hábitos

20.3.19

Aproveitámos o bom tempo que se fez sentir no Sábado e formos ao passeio de família da Mimosa.

Era um passeio gratuito e para toda a família.

Foi uma manhã muito divertida e que transmitiu os bons hábitos como uma alimentação saudável e o exercício fisico.

Podíamos correr ou caminhar entre 2 km e 5 Km, nós optámos por caminhar e fazer apenas 2 Km porque mais importante que velocidade é que te movas.

Este passeio vai voltar em Outubro e vamos certamente voltar a participar mas dessa vez a 5.








Feliz Dia do Pai

19.3.19
Pai!

Aquele pilar imprescindível numa família. Existem mães que fazem de pai e de mãe e acredito que o façam da melhor forma possível mas pai é pai tal como mãe é mãe. São papéis diferentes e ambos tão importantes na vida de uma criança.

O pai por norma é o mais racional, o mais terra. Já a mãe é mais emocional e o ar que se respira numa casa.

Além de ter o melhor Pai do mundo, a quem recorro vezes sem conta durante o dia para uma opinião ou apenas para uma simples palavra é o meu exemplo, o meu herói, o melhor avô que podia ter para os meus filhos.

Tenho também o melhor Pai para os meus filhos. Não podia ter escolhido melhor. Temos aprendido os dois lado a lado o mundo da parentalidade. Rimos e choramos juntos.

E se eu sou mais emocional, das aventuras e das palhaçadas, o pai é o que mete a ordem quando tudo descamba mas que abraça e dá beijos vezes sem conta.

O tempo vai passando, a maturidade vai aumentando e tornou-se num pai extremoso, cuidadoso e muito atencioso.

É o pilar da nossa casa e sem ele não seríamos tão felizes e completos!

Obrigada Pai pelo teu amor incondicional e por cuidares de nós todos os dias de uma forma brilhante.

Feliz Dia do Pai!!








Não somos super mulheres!!

18.3.19
Tenho recebido muitas mensagens a perguntar como é que me consigo organizar entre casa, trabalho e filhos.

E o que vos posso dizer é que é preciso uma grande disciplina para não termos um ataque de nervos todos os dias.

Por natureza sou uma pessoa organizada e metódica por isso para mim gerir uma casa não é um caos embora haja dias em que também eu me sinta engolida pelas 1001 tarefas.

Vou dar-vos algumas dicas que resultam comigo e talvez vos ajude a organizarem mais o vosso dia a dia para que possam ter uma maior qualidade de vida.

Atualmente não estou a trabalhar e sei que não posso comparar os meus dias com as mães que trabalham e que já chegam a casa tantas vezes fora de horas contudo as diferenças não são muitas e confesso que agora que não trabalho ando mais desorganizada e com falta de tempo de quando trabalhava.

É tudo uma questão de organização e de foco!!
  • Estipulem dias para cada tarefa e não as queiram fazer todas num só dia.
  • Aproveitem o fim-de-semana para fazer uma ementa semanal e respetivas compras. Evitem os supermercados durante a semana (apenas para o pão).
  • Escrevam na agenda tudo o que têm de fazer e estabeleçam as prioridades mas não se deitem com coisas pendentes porque no dia seguinte vão ter ainda mais coisas para fazer e vai acumulando cada vez. É preferível deitarem-se um dia mais tarde para cumprirem a agenda do que todos os dias.
  • Se tiverem empregada, perfeito. Caso contrário escolham um dia para a limpeza e nos restantes dias mantenham a casa. Antes de dormir, mesmo que estejam em modo "zombie" façam o esforço de arrumar tudo e assim no dia seguinte é um novo dia, sem nada fora do sítio.
  • Não digam que não às ajudas. Não somos nem temos de ser super mulheres! Se tiverem quem vos ajude, nem que seja por cinco minutos, aproveitem! Vai fazer a diferença na hora de nos deitarmos.
  • Tenham o jantar sempre pré-cozinhado para que depois dos banhos seja tudo mais célere e ainda tenham tempo de qualidade com os vossos filhos. Nunca se esqueçam que mais vale cinco minutos de olhos e coração do que uma hora e ter a cabeça em todo o lado menos nos nossos filhos.
  • Escolham um dia para fazer as máquinas de roupa e outro para passar (caso não tenham quem vos passe a ferro).
  • Assim que os vossos filhos vão para a cama, preparem o dia seguinte e arrumem o que ficou fora do sítio e deitem-se!
  • O truque maior é deitarmo-nos sempre sem coisas pendentes, dormimos mais tranquilos e no dia seguinte começam do 0.
Estas regras são minhas. Fazem farte do meu dia a dia. Funcionam comigo perante a minha realidade mas espero que vos seja útil e que vos ajude a sentirem-se mais leves nos vossos dias.

Boa semana!!

Look | Trendy Bazzar



Sugestões para o dia do Pai

14.3.19
Gosto destes dias porque são motivo de festa, implica sempre um "miminho" extra, um passeio fora de rotina, um almoço ou um jantar diferente.

É assim que o gosto de celebrar e de viver.

Contudo não gosto da ideia que é só mais um dia para gastar dinheiro. Nestes dias especiais confesso que gosto de oferecer algo simbólico alusivo ao dia e não propriamente o último grito da moda.

São miminhos pensados com amor e junto da pessoa que é o mais importante.

Deixo-vos umas sugestões criativas e que qualquer Pai vai gostar. Um simples desenho pode encher o nosso coração :)

Estes dias são apenas motivo para mostrar o quanto somos importantes na vida uns dos outros.

1. Clube do menino. 2. Mime o seu bebé. 3. Chilli Baby. 4. Mime o seu bebé.  5. Guardanapos Renova (também podem personalizar com fotografias)



O desafio da Trissomia 21

13.3.19
Assim que veio a confirmação da Trissomia do T não perdi tempo a olhar para trás. O caminho era em frente e se eu queria que ele fosse visto como uma pessoa válida, com igualdade de oportunidades e que o aceitassem tal como ele é tinha de ir mais além.

Não podia deixar a natureza fazer o seu trabalho, tinha de agir, não hoje mas sim ontem.

Pesquisei muito sobre o que era a estimulação precoce, fui a médicos, especialistas e escolhi o que achei que ajudaria o T a potenciar o seu desenvolvimento.

Cada criança é uma criança e cada família é uma família. O que para nós resulta não quer dizer que resulte com outra família.

Por vezes é difícil escolher as terapias, é preciso testar, avançar e recuar vezes sem conta até nos sentirmos confiantes com a equipa que temos ao nosso lado.

Atualmente o T faz 6 terapias:

  • Terapia da Fala 
Tem como objetivo principal otimizar as capacidades de comunicação (verbal e não verbal) e ou/ de deglutição da pessoa ao longo da sua vida. 
  • Terapia Ocupacional
Vê a criança como um todo. Intervém para desenvolver competências, restaurar funções perdidas, prevenir disfunções e /ou compensar funções, através do uso de técnicas e procedimentos específicos e/ou da utilização de ajudas técnicas ou tecnologias de apoio.
  • Snoezelen
É uma sala equipada com materiais que permitem a estimulação sensorial. É um local composto por luzes, sons, cores, texturas e aromas.
  • Psicóloga Educacional
Tem como objetivo potenciar aprendizagens e a eliminação das barreiras que se interponham a estas. Intervém ao nível das várias do desenvolvimento: da aprendizagem, motivação, do comportamento e do desenvolvimento emocional
  • Método Gleen Doman 
É um método de estimulação intensivo que abrange as três áreas principais da criança: cognitivo, sensorial e motor.
  • Natação 
Ajuda no desenvolvimento motor, dando-lhe maior liberdade de movimento aliado sempre com a componente cognitiva.

A nossa alimentação

12.3.19
Confesso que pertencemos às "famílias básicas" no que respeita à alimentação.

No dia a dia não pode faltar sopa e como segundo prato vamos variando entre peixe ou carne.

Desde sempre que habituei o T e o FM a comerem sopa, o que é certo é que adoram! Gostam tanto que quando não há são os primeiros a questionar pela falta.

A sopa tem sempre como base a curgete e das raras vezes que ponho batata opto pela doce.

Na refeição principal só entram carnes brancas ou peixe do mar acompanhado com hidratos simples, tais como batata doce, couscous, arroz ou massa. Sendo que o eleito dos meus filhos é a massa. Por eles comiam sempre massa.

Não fosse a massinha de peixe o prato preferido deles.

Infelizmente não sou muito criativa na cozinha, não nasci com esse dom, daí na maioria das vezes recorrer a livros de culinária.

Ultimamente tenho feito muitas receitas do livro Papinhas da Xica e gosto muito pela praticidade de receitas que lá encontro.

Não sou adepta de modas na alimentação mas sinto que hoje não existe maior moda que esta, são as farinhas de aveia, de alfarroba, os biológicos, as massas de grão. Muitos ingredientes desconheço por completo e confesso que o celeiro para mim consegue ser um quebra cabeças porque nunca sei como usar aqueles pós ditos mágicos, farinhas e afins.

Talvez um dia vá fazer um workshop e me dedique a aprender mais sobre esta alimentação alternativa que está tanto em voga até lá vou continuar a primar por uma alimentação simples mas saudável.

Não duvido que façam bem mas a alimentação é daquelas coisas que temos de nos identificar e tem de vir de dentro e até à data considero-me feliz e de saúde com a comida  que se encontra nos supermercados e mercados.

Há coisas que adapto com frequência (mas nem sempre), por exemplo as natas normais pelas natas de soja, o leite de vaca por aveia ou amêndoa, as bolachas doces pelas bolachas de arroz.

Tanto compro papas (sem açucares adicionados) como as faço em casa. 

Evito ao máximo enlatados, à excepção do atum e alimentos processados.

De resto é uma alimentação super normal: legumes, fruta, saladas, peixe, carne branca, iogurtes, leite, queijos e pouco mais.

Em casa não existem sumos, bolachas e tudo o que acho que não é nutritivo e que contribui para as gordurinhas localizadas. Quando as queremos comemos fora de casa e assim vou evitando algumas vontades não saudáveis.

Contudo não sou fundamentalista, há dias onde entram em casa gomas, pizzas, carne vermelha e bolos. É tudo uma questão de bom senso.