Finalmente calor!!

18.6.18

Finalmente o calor chegou e chegou com tudo!!

Que saudades de acordar com o sol a entrar pela casa dentro. Parece que só por si o dia começa com uma energia diferente.

Sou do calor e confesso que já estava cansada de tanto frio e chuva.

Parece que já se conseguiu repor a água que começava a faltar em algumas zonas do nosso país por isso agora que chegue o Verão de uma vez por todas!

E este vestido da Trendy Bazaar, de tecido leve é óptimo para estes dias quentes.



.

Dias Felizes

17.6.18
Gostava de vos conseguir transmitir tudo o que foi este fim-de-semana mas tenho noção que há coisas que não se dizem, não se explicam, sentem-se.

Era um fim de semana que estava na nossa cabeça desde Maio mas entre contratempos e o tempo foi adiado até ontem. E sabem que mais ainda bem que vieram todos esses contratempos pois graças a eles abrimos o Verão da melhor forma.

O tempo não podia estra melhor, apanhámos aquelas temperaturas boas, água maravilhosa e uma noite de verão de fazer inveja a muitas noites de Agosto.

Sabíamos de antemão que seriam dois dias intensos, que iríamos dar tudo de nós, que viveríamos no limite da adrenalina mas nunca pensámos que seria tão bom.

Ficámos no Aquashow Park Hotel com entrada gratuita no parque de diversões. Adorámos o hotel, super friedly e cheio de vida. É um hotel para famílias, pensado para as crianças. Não faltam cadeiras de refeição no restaurante e até lápis e borrachas para eles estarem entretidos. O quarto está equipado com banheira para bebés o que facilita quando temos filhos com idades mais pequenas. Existe também uma sala própria cheia de brincadeiras para as crianças.

O exterior além de uma piscina óptima tem um espaço cheio de insufláveis e brincadeiras para usufruírem ao máximo do ar livre.



Quando entrámos ao parque aquático foi como um reviver de tudo o que já li vivemos, a última vez que ali tivemos ainda não tínhamos filhos. 



Quando passámos aquelas portas de ferro, foi como um despertar para um novo mundo que até então desconhecia.

Aqueles olhos quase explodiam de tanta alegria. Eles estavam tão felizes... o FM por ser mais pequeno teve mais medo do escorrega, embora o tenha experimentado, preferiu ficar a brincar na água e a bater palmas ao irmão quando escorregava. Já o T passou o dia a subir e a descer o escorrega de água.





Be Chic 


Terços da Lupinha 



Ver aquelas gargalhadas, aqueles sorrisos, aquelas palmas encheram o nosso coração.

Rumo ao Sul

15.6.18
Gosto imenso do nosso país e como tal também gosto de viajar cá dentro. O meu lugar predilecto são as terras algarvias.

O Algarve tem uma mística única, aquele cheiro é inconfundível, a energia das pessoas, a água quente e aquele calor enchem-me a alma.

Felizmente o bom tempo chegou e nós estamos cheios de vontade de voltar a estender a toalha na praia.

O T e o FM parece que já estão pressentir os dias intensos que vão ter. Vamos para o Aquashow e acredito que eles vão delirar com todas as brincadeiras aquáticas que por lá andam para as crianças.

Sei que não vou para descansar, mas vou para usufruir dos meus filhos ao máximo, sem horários e  sem o stress típico do dia a dia.

Acompanhem-nos pelo Instagram pois vamos estar por lá :)

Desejo-vos um óptimo fim‑de‑semana cheio de programas no exterior pois já merecíamos sentir este calor bom.



Finalmente chegou o Sol!

14.6.18
Finalmente o bom tempo começa a chegar e para festejar este Sol fantástico que tanta saudade nos dava tenho um passatempo para vocês :)

As sandálias mais giras deste verão são da Pés de Cereja e eu tenho uma para vos oferecer!

São de plástico e dão para a praia ou até para uns bons passeios ao ar livro. Super confortáveis, com velcro que permite que sejam práticas para o calça e descalça.

Para mim uma peça indispensável no roupeiro deste Verão.

Aproveito para vos dizer que a Pés de Cereja está com uma colecção imperdível.




Todas as dicas para viajar com crianças

13.6.18
Desde que tive de férias em Punta Cana que recebo muitas mensagens a perguntar como é gerir as malas, os filhos, a viagem de avião e toda uma logística que implica uma viagem de 8h.

E a resposta é simples: DESCOMPLICAR!


Scotta

Descomplicar é a palavra de ordem para umas férias que queremos que sejam tranquilas.

A Viagem

A viagem só por si não é fácil de gerir, pelas horas em questão mas com optimismo e com espírito de férias tudo se consegue.

Pessoalmente levei muitos brinquedos, tablet com os desenhos animados preferidos e comidas variadas.

Mas de tudo usei 0!

Nestas viagens vão sempre imensas crianças, o que faz com brinquem uns com os outros. Houve alturas que dei por mim sem o T e o FM porque ou estavam a brincar com outras crianças ou estavam a dar uma corrida e a cumprimentar o avião inteiro.

Mas em 8 horas dá para fazer muita coisa, para comer, brincar e dormir. E aqui tive a ajuda de umas camas próprias para avião da Jetkids, o que facilitou pois dormiram de uma forma confortável. Mas para crianças até um ano por norma os aviões disponibilizam os bancos da primeira linha porque têm "berços" próprios para dormirem. Quando fomos ao Brasil (aqui) resultou igualmente muito bem.


Viagem ao Brasil. O T tinha 1 ano de idade


Relativamente a estas camas da JetKids não aconselho para crianças além dos 3 anos porque depois disso é difícil conseguirem ter espaço para servir de cama, mas serve para terem as pernas estendidas :)

Quanto à alimentação, aqui é muito variável porque depende de criança para criança, no nosso caso levei iogolinos e naturnes que não precisam de frio, bolachas, queijinhos, papa e com medo da comida de avião levei boiões de comida pré-feitos que só precisam que sejam aquecidos em banho maria ou micro-ondas.

Mas o que levei trouxe de volta porque eles acabaram por comer a comida de avião (frango com arroz). Hoje em dia as comidas de avião são boas e simples o que por norma as crianças possam comer.

Aconselho a levarem na mala de mão, fraldas, toalhitas, duas fraldas de pano, brinquedos (apenas 2-3), uma camisola mais quente, meias quentinhas, porque no avião faz mais frio. Eu descalcei o T e o FM para que pudessem estar mais confortáveis. Levei também umas t-shirts para trocar quando chegássemos. 

Outra coisa que levei foi uma roupa extra de cada um para o caso de uma mala se perder pelo caminho.

No caso de precisarem de levar medicação convosco, não se esqueçam de levar a receita médica.

A viagem correu muito bem e passou relativamente rápida pois a nossa cabeça acaba por estar sempre nos nossos filhos. De regresso a viagem foi feita durante a noite o que fez com que dormissem as 8h seguidas.

Mala

Só uma mala foi para eles é um facto mas poucas coisas senti que eram indispensáveis. Vou apresentar-vos em formato lista para ser mais fácil de leitura:
  • Roupa muito prática, levei essencialmente roupa com tecidos leves e frescos porque o calor que se sente nestes países é muito e quanto mais confortáveis eles tiverem melhor para eles e para nós.
  • Levei muita roupa!! E pouca coisa trouxe "lavado".
  • 18 T-Shirts (Levei 22)
  • 2 Polos (Levei 8. Os polos são muito quentes, desaconselho levarem)
  • 4 Calções de tecido leve 
  • 2 Jardineiras calção
  • 4 Calças (para as viagens)
  • 2 Camisolas
  • 6 Pijamas (usaram 0). A roupa que usavam à noite tinha muito pouco uso, chegavam sempre ao quarto a dormir, descalçava-os, tirava os calções e só dormiam de t-shirt e fralda)
  • 2 Havaianas
  • 2 Ténis (Levam na viagem)
  • 2 Sandálias
  • 2 chapéus (Devia ter levado mais 2 porque eles estavam sempre a molhá-los)
  • Fatos de banho (muitos). Durante o dia vão estar sempre de fato de banho e para que nunca arrefeçam aconselho levarem sempre 3 para a praia e vão trocando ao longo do dia)
  • Óculos de sol (não levei porque me esqueci)
Pés de Cereja 

Mundo da Tuxa 

*Toda esta lista apresentada foi pensada em duas crianças.

Look Praia

12.6.18

Gosto de calor, gosto de piscina, gosto de praia mas acima de tudo gosto de me sentir bonita. E a praia é um sitio tão válido como outro para nos arranjarmos.

Não sou das que vai maquilhada nem tão pouco com o cabelo arranjado como se tivesse vindo do cabeleireiro mas sou das que gosto de dar alguma graça ao look.

Sou de colares (muitos), das clássicas pérolas e dos óculos de sol, das havaianas, de fatos de banho, de bikinis (alguns) e de tecidos leves.

Deixo-vos quatro look's para a praia, piscina ou sunset.

Agora o que é preciso é que venha daí o bom tempo.

2 Tons

Fato de banho | Calzedonia



2 Tons

Tanto de nada como de TUDO

7.6.18

Em quatro anos que fomos a Vila Verde foi a primeira vez que em Junho chovia como se de Inverno se tratasse.

Parece que o Verão não quer nada connosco.

Ontem a primeira avaliação, não correu como esperado, na realidade nem sei bem como correu, fiquei com aquele sentimento de um vazio de tão “oca” que foi.

A ordem das avaliações foram mudadas e acredito que isso tenha pesado no seu desempenho pois quando chegou a hora da verdade o T já estava cheio de sono e pouco ou nada cooperou.


















Houve um silêncio naquela sala, um olhar pesado entre todos, e uma certeza que tudo aquilo estava a fraquejar.

Saí “oca” daquela sala, não estava a conseguir sequer pensar, senti o corpo a bloquear na incerteza, senti o olhar de quem me rodeava como se fosse o meu também.

Era um mergulho no nada e na incerteza, uma coisa tinha como certa o T tinha evoluído nestes seis meses, tinha deixado de ser bebé para se tornar numa criança cheia de vontade própria.

Sabia o que o meu coração via mas não sabia o que os olhos da terapeuta viam.

Foram alguns minutos na incerteza do nada mas uma confiança desmedida nele. Respirei fundo, olhei-me ao espelho e acreditei que hoje o dia seria melhor.

O T no meio de tudo esteve sempre feliz e tranquilo, talvez no seu íntimo tivesse a confiança em si próprio.

Chegámos à avaliação final, sem saber o que nos esperava, uma coisa tínhamos como certa o T tinha dado o melhor nestes últimos seis meses.

Assim que nos sentámos a terapeuta disse que o T tinha 100% de idade neurológica e que tinha tido um óptimo desempenho. Estamos a uns passos da verdadeira alta do programa.

O meu coração tremeu tanto naquele momento, chegando mesmo ao ponto de conter as lágrimas de tanta emoção.

Tinha sido a melhor avaliação até agora!! Já tínhamos tido 98% mas nunca 100%.

No meio de tudo ainda recebeu o diploma da fala, porque nisso o T tinha dado um pulo gigante, deixou de falar apenas por imitação, começando a expressar-se com vontade própria. Um dos nossos maiores ganhos!!






Estamos no 5º nível, faltando apenas um para alcançar, a meta fina. Agora sim vai ser a doer... mas tenho a certeza que iremos ganhar esta grande batalha que se avizinha!

Este foi um sonho meu, um sonho que me obrigou a trazer para junto de mim muitas terapeutas pois sem elas este sonho não se iluminava soziho.

Fui contra tudo e todos, acreditei sempre que tudo iria dar certo e que este seria o caminho certo para nós.

Já passámos por várias pedras, muitas delas pedregulhos mas sempre tivemos como certo que o caminho se fazia caminhando. 

Estou feliz, muito feliz! Mas com um orgulho gigante neste meu filho que tem mostrado que basta acreditar para que o nada se torne em TUDO!

Obrigada a todos pelo enorme carinho, por nos fazerem ainda mais felizes e por nos darem sempre a mão.

Os sonhos comandam a vida e nós somos a prova disso.

Acreditem!

Sonhem ainda mais!

Porque a vida quando vem, vem com tudo!







Um coração a bater demais

5.6.18
Amanhã voltaremos a Vila Verde para mais uma avaliação.

Foram seis meses de grandes desafios, de muitas mudanças, uma delas que podia ter corrido muito bem ou podia ter deitado por terra todo um sonho.

Em Dezembro despedimo-nos da AF e dávamos as boas-vindas à nova terapeuta. Seria a R que estaria no comando nestes 6 meses, seria ela o nosso porto seguro, o elo de ligação com toda esta equipa que trabalha diariamente para o melhor desenvolvimento do T.

Pelo meio foram-se ajustando agulhas, demos passos atrás para dar dois à frente, passamos a terapia em casa para a escola.

E no meio disto tudo o T segurou sempre todas as pontas soltas e mostrou que as mudanças não o abalam e o tornam ainda mais forte.

Adaptou-se de uma forma inacreditável à nova terapeuta e ambos fizeram uma boa dupla. Foram-se conquistando todos os dias mais um pouco e hoje têm um carinho enorme um pelo o outro. E eu sou grata por isso!

Tanto a AF como a R vão connosco à avaliação, porque já não sei dar um passo sem estes dois anjos na minha vida.

Na mala levo uma grande dose de expetativas e de ansiedade, de seis em seis meses o meu coração treme com medo de ouvir algo que não queira ouvir mas depois tenho o B com o seu lado mais pragmático que me dá a mão durante aqueles 300kms e que me tranquiliza.

É um momento tenso para todos não vou mentir, são muitas emoções, são muitos corações a tremer ao mesmo tempo, e é um coração muito pequenino a mostrar-nos que tudo é possível desde que acreditemos.

Nunca duvidei do meu filho por isso mesmo embora tenha medo e até esteja um pouco insegura, sei que ele mais uma vez vai mostrar que tudo vale a pena.

São relatórios e mais relatórios feitos, muitas frustrações, muitas vitórias, muitos avanços e recuos tudo num papel que dita o que foram estes 6 meses.

Amanhã é o dia e independentemente de tudo vamos VENCER!

Túnica | Clube 

Túnica | Clube do Menino