Desenvolvimento Sensorial dos Bebés

29.6.17

"É mais fácil construir crianças fortes do que reparar adultos desfeitos"
Frederick Douglass

No outro dia tive oportunidade de estar presente na primeira conferência ForBabies by Mustela, dada pela fantástica Psicóloga de bebés, miúdos e garúdos a Professora Clementina Pires de Almeida.

Aproveito para vos dar a conhecer o Blog My Lab ForBabies da Professoara Clementina que está cheio de dicas super úteis, espereitem porque vão gostar.

A conferência foi sobre o desenvolvemento sensorial do bebé. Houve coisas que para mim não foram novidades pois a vida obrigou-me a estar muito a atenta a todos os assuntos relacionados com o desenvolmento do ser humano.

Os primeiros anos de vida são o maior alicerce para todo o seu desenvolvimento e aprendizagens posteriores.

É importante perceber que cada experiência que proporcionamos aos nossos filhos conta pois os bebés estão sempre a aprender tudo o tempo todo. São as expriências que moldam o cérebro do bebé.

Para além de todas as experiências que podemos proporcionar aos nossos filhos, o mais importante é o amor e os afetos que lhes damos pois os bebés aprendem através do nosso toque, do colo e do nosso olhar.

Por isso contra muita coisa que se lê e que se diz por aí nunca devemos deixar o nosso filho chorar pois se chora é porque é a única forma de se expressar e porque precisa de nós. Quando ignoramos o seu choro estamos a causar danos incalculáveis pois um bebé que chora de forma contínua está a destruir muitos dos seus neurónios.

É muito importante o afeto responsivo, ou seja, que atendamos sempre de imediato às suas necessidades. Se choram é porque precisam de nós.

Sou incapaz de deixar os meus filhos chorarem, quando choram largo tudo e corro para junto deles pois sei de antemão que o que precisam é de mim, do meu toque, do meu carinho.

Não existem especialistas melhor que a mãe e o pai. Somos nós que conhecemos o nosso filho e somos nós que temos a responsabilidade de lhes proporcionar todo o amor que temos.



O que acontece nestes preciosos anos é a chave para ser capaz de se relacionar com confiança e eficazmente com os outros, para a sua saúde mental, emocional e física e também à posterior para o sucesso académico.



O cerebero dos bebés nasce imaturo, daí a importância do primeiro ano de vida. Por isso é que quando nascemos somos tão idependentes ao contrário dos outros mamíferos.

No primeiro ano de vida o cérebro duplica o seu tamanho. E os primeiros três anos são muito importantes pois são os estímulos que aumentam os neurónios.

Todos os estímulos que damos vão traçar o futuro da criança. A base de um adulto é a infância.

A fala é a base sensorial para o cérebro. Devemos sempre relacionar o nome ao objeto para que o cérebro desde cedo comece a criar conexões. O cheiro é muito importante para que se consiga reconhecer espaços e sentimentos, por fim o toque é um poderoso nutriente para a vinculação.

Uma coisa é certa o desenvolvimento da criança aumenta a qualidade de vida.

Vejam este pequeno filme que diz tanto e que no emociona ainda mais


Obrigada Mustela por este miminho, que os baby boys adoraram 





Sem comentários:

Publicar um comentário