A hora de dormir

31.10.16

A hora de dormir cá em casa, é sempre um ritual sagrado.

Após o jantar, das últimas brincadeiras, de lavar os dentes, é hora de "xixi cama". Por norma entre as 21h e 21.30h é a hora do deitar cá em casa.

Para ajudar o sono a chegar mais rápido conto sempre uma história para que o T aos poucos e poucos fique embalado e adormeça de uma forma mais tranquila.

Tenho sempre cuidado na escolha do livro para que a história tenha efeitos calmantes. Dos livros que já vi e li, destaco o da Olivia, que tive o privilégio de o conhecer em primeira mão.

Foi um livro surpreendente a todos os níveis, primeiro porque me obrigou a ser criativa e atriz para vestir a personagem, segundo o seu cheiro a alfazema tornou todo o ambiente sereno e por fim, tinha todas as estratégias e mais algumas para que o T adormecesse de uma forma tranquila e rápida.

Podem encontrar o livro Olivia em qualquer livraria. Recomendo!

Bons sonhos.



Acompanhem-nos também pelo Instagram: @tomas_my_special_baby

Um fim de semana maravilhoso

30.10.16

De regresso e com tanta coisa para vos contar.

Mas que fim de semana.

Um fim de semana, só nosso, em que nos renovamos enquanto casal e enquanto pessoas. Que bem que soube voltarmos a ser só nós, sem horários sem choros, sem nada que atrapalhasse o nosso ritmo.

Embora as saudades apertem, e por muito das nossas conversas irem ter aos Baby Boy's, foi fantástico este tempo só nosso, onde conseguimos almoçar e jantar com calma acompanhados de um bom vinho e uma óptima conversa.

Parece que tínhamos tanto para dizer um ao outro...conversamos tanto mas tanto... conversas que muitas vezes ficam para segundo plano devido a azáfama do dia a dia.

O B tratou de tudo e levou-me a conhecer uma terra chamada Arraiolos, a terra dos conhecidos tapetes de Arraiolos , mas que terra bonita.

Ficamos na pousada Convento de Arraiolos que pertence ao grupo Pestana, adorei!! Quando entrei pensei que estava a entrar para um convento, um espaço muito bonito onde se houve apenas os passarinhos e respira-se ar puro.




Vamos ali e já voltamos...

29.10.16

Existem alturas na vida que é importante olharmos para nós próprias e nos mimarmos um pouco e descansarmos de todo o silêncio de uma casa com crianças.

Têm sido seis meses desafiadores, que todos os os dias são testados os nossos limites.

Ter dois filhos não é fácil, com 20 meses de diferença ainda pior. Necessidades e atenções completamente diferentes que nos esgotam muitas vezes.

É importante também nos preocuparmos com o nosso "eu" pois só assim conseguimos ganhar forças para todos os desafios dos nossos filhos.

Desejosa destes dois dias a sós com o marido, sem horários.

O marido organizou tudo, por isso a ansiedade ainda é maior.

Na mala apenas levo o esencial (ser mãe ensina-nos a descomplicar) e um pouco de saudades e de nervosismo pois vai ser a primeira vez longe do Baby FM.

Agora já tenho o marido a chamar.

Prometo que amanhã conto tudo :)

Até já






São 6h da manhã!

28.10.16

Em tempos já tinha partilhado que o Baby FM não tem umas noites fáceis...

Embora ainda durma colado a mim, ainda têm os sonos muito instáveis. Ora adormece às 23h, ora adormecesse às 2h..

Todas as noites são um desafio. Depois de tanto lutar contra o sono, lá adormece e acabamos por ter finalmente umas horas de descanso. Mas quando menos esperamos já o temos com toda a adrenalina para viver mais um dia.

Estas fotos foram tiradas às 6h e como podem ver, estava bem disperto e com muita vontade de ver os desenhos animados que o canal Baby Tv proporciona aquela hora.

Mais alguma mãe com um filho com "pilhas duracell"?


Acompanhem-nos também pelo Instagram: @tomas_my_special_baby

6 meses só nossos

27.10.16

6 meses de ti.

Quem diria que hoje já fazias 6 meses, como o tempo passa...

Aos poucos e poucos deixas de ser só meu para passares a ser de todos nós.

Para mim os 6 meses é sempre um misto de emoções, feliz por ser mais um mês em que partilhamos juntos o amor mais genuíno de sempre e nostálgico porque a tua independência começa a dar-se.

Ainda me lembro na perfeição do nosso primeiro olhar, do nosso primeiro toque, de ser tudo para ti.

Hoje descobriste o sentar. O momento da maminha já não é só nosso, pois começas na descoberta do mundo e percebeste que existe vida para além da mama. Espalhas charme para todas as pessoas que se metem contigo, deixando-me com aquele ciúme normal de Mãe.

A partir de hoje deixas a tua independência sobre mim pois damos início a mais uma etapa, a diversificação alimentar (em breve falarei sobre isso), não sei a quem vai custar mais, se a mim ou a ti, uma coisa é certa continuarei a amamentar-te até tu dizeres que não queres mais.

Mas só entre nós, já que começas a crescer, podias começar a dormir a noite toda, combinado?

Feliz por estes 6 meses mas já com saudades de ti em tamanho miniatura.







Body | Be Chic

Fofo | Lanidor

Collants | Letras Bordadas 


Acompanhem-nos também pelo Instagram: @tomas_my_special_baby

É isto

27.10.16


Não, as Mães não são Robots

26.10.16

https://www.facebook.com/mashable/videos/10154538898149705/
(não consegui meter o video para vocês verem, assim deixo o link para conseguirem perceber do que falo).

Chocada!

Chocada é o termo adequado para explicar o que senti quando vi este vídeo.

Todos os dias, a toda a hora passo pelo drama do colo. Já tinha partilhado a dependência do Baby FM sobre mim. Consegue levar-me mesmo à exaustão, as horas sem dormir são mais que muitas mas mesmo assim não conseguia ter uma cama que substitui-se o meu colo.

Aquela imagem do bebé preso num colete de forças a balançar no berço a chorar até se vencer pelo engano de um colo é das imagens mais repugnantes que já vi sobre o assunto.

Mas afinal onde ficou o cheiro da Mãe? Onde ficou o contacto físico entre uma mãe e um filho?

A evolução constante da tecnologia traz-nos destas coisas, mas o ser humano nunca se pode esquecer que existem coisas na vida que jamais podem ser substituídas.

É um facto que é das fases mais duras da maternidade, mas também das que deixa mais saudades. Uma coisa é certa eles crescem, e não vai ser aos 18 anos que vou recuperar o colo perdido dos meus filhos.

Por isso e por tudo, cuidado com os avanços da tecnologia porque acima de tudo vivemos numa sociedade viva, de emoções e não de robots.





Imagens que valem mais que 1000 palavras

26.10.16

Ainda sobre o papel dos avós na vida de um neto...

Imagens que dispensam qualquer legenda.






Acompanhem-nos também pelo Instagram: @tomas_my_special_baby

O papel dos Avós...

25.10.16






Avós... a maior ligação na vida de uma criança.

Felizmente ainda tenho os meus avós, e sei o papel que eles desempenharam no meu crescimento e dia a dia. São das pessoas que mais estimo na minha vida.

Nunca tive nenhuma babysitting porque tinha a melhor pessoa para cuidar de mim a minha avó materna, a matriarca da família. E posso garantir que não existe colo e abraço melhor que de uma avó.

Uma avó que me acompanhou em todos os passos que dei até hoje. Aqueles 75 anos não lhe tiraram a energia que tanto a caracteriza, quem diria que com essa idade ainda iria tomar conta dos meus filhos. Uma pessoa super autónoma, em que não lhe preciso dar qualquer orientação, tudo faz pelos seus bisnetos, sente um amor por eles que não se consegue medir mas também é recíproco. Do Baby FM ainda não posso dizer muitas coisas, embora já note um brilho especial nos seu olhar quando a vê. Do T é algo indescritível, adora-a, é das únicas pessoas que fala ao telefone com um enorme sorriso, chora quando sente que se vai embora, é um amor que não se consegue medir...

Outra coisa que me fascina, é a vontade que minha avó têm em que ele se desenvolva, eu dou umas orientações e depois é vê-la a brincar e a puxar por ele de uma forma incansável.

Actualmente o T é a sua razão de viver, posso mesmo dizer que eu já passei para segundo plano, quando lhe ligo, nem quer saber se estou bem, a primeira pergunta que lhe ocorre é se o T e o Baby FM estão bem...

Pelo exemplo que tive e da forma que fui educada acho imprescindível esta aproximação entre avós e netos, é um amor que só os avós conseguem dar. Claro que o amor que temos pelos nossos filhos é o maior do mundo, mas acredito que o dos avós também o é, mas de uma maneira muito própria.

Sei que os meus filhos têm os melhores avós que alguma vez podiam ter, com eles brincam, passeiam, divertem-se, são mimados até mais não, e acima de tudo têm um amor do mais verdadeiro e terno que pode haver.

A parte chata fica para nós, e essa é a certa. O papel da educação pertence ao pais, claro que os avós no meio de tanto amor também transmitem os seus valores mas não é esse o seu papel principal.

Dou graças a Deus, por ter uma avó brilhante, e por os avós dos meus filhos o serem também.

O papel dos avós é mais que um simples papel na vida de uma pessoa, são eles que mostram a união familiar, que dão os maiores exemplos, que são os maiores professores, que são as suas estrelas guias.

Por norma ouve-se que os avós estragam os netos, e eu concordo em absoluto pois sempre que ficam em casa deles, vêem carregados de mimos, o T como é o mais crescido é o que se nota mais. Mas não é coisa que me importe, que assim seja, fico muito feliz que venham cheios de "birrinhas" de mimo.

Que cheguem cheios de mimos pois assim tenho a certeza que serão crianças seguras de si próprias e acima de tudo felizes.


Acompanhem-nos também pelo Instagram: @tomas_my_special_baby



O mundo das terapias!!

19.10.16

Terapias, terapias e mais terapias... um verdadeiro mundo...

Um mundo de esperança...

Um mundo de frustrações...

Um mundo de vitórias...

Um mundo de certezas...

Um mundo de incertezas...

Um verdadeiro mundo complexo!

Há dois anos que uma das frases que uso mais no meu dia-a-dia é "vou a terapia". Sou uma pessoa que vai à luta, que gosta de se informar de todas as terapias que podem potenciar ainda mais o meu filho, que gosta de experimentar e sentir cada experiência, cada incentivo.

Já tive terapias que não corresponderam à minha expectativa, ora pela terapeuta em questão ora pela terapia em si mas isto faz parte da vida, senão experimentarmos também nunca saberemos. E mesmo gostando menos aprendemos sempre qualquer coisa.

Estou focada em dar tudo ao T até aos seus 6 anos de idade, não que depois não continue mas pelo menos a intensidade das terapias acabam por se dissipar.

Os 6 anos não foi uma meta por mim estabelecida na minha cabeça mas sim por saber que o pico de desenvolvimento de uma criança é até aos 6 anos.

Diariamente sou abordada sobre as terapias do T, e na realidade são tantas que muitas vezes até me perco no processo.

Atualmente o T têm 6 terapias e 1 actividade. Uma roda viva de horários e de actividades. Uma verdadeira equipa multidisciplinar.

Método Gleen Doman (aplicado por uma terapeuta) - um método intensivo de estimulação

Snoezelen - um mundo imaginário de estimulação sensorial.

Terapia ocupacional - uma terapia que vê a criança como um todo.

Terapeuta da fala - ajuda na adaptação do T aos sólidos pois não esta a ser uma tarefa fácil, assim como ajuda nos primeiros sons e palavras.

Terapeuta educacional (fornecia pelo estado) - uma terapia que trabalha várias áreas a brincar.

Natação adaptada - Um trabalho motor mas personalizado.

Gymboree - Não uma terapia mas uma actividade bastante divertida e lúdica para as crianças. Desenvolve a sociabilização.

Quando acabo de falar de todas as terapias, é me difícil escolher as mais importantes pois para mim são todas fundamentais para o seu desenvolvimento. Como costumo dizer não existe nenhuma terapia mágica, existe sim um conjunto de terapias que as tornam infalíveis, nunca esquecendo que a resposta da criança é o motor para qualquer criança.

Depois existe outra questão, o desgaste financeiro nas famílias. As terapias são fundamentais é um facto mas depois existe o outro lado, o lado mais negro, o lado dos sacrifícios, o lado da revolta, o lado da igualdade das oportunidades.

Recuperação Pós Parto

18.10.16


Na vida existem timing's para tudo...






Confesso que após ter tido o T e agora o Baby FM a minha prioridade nunca foi voltar a ficar em plena forma logo de seguida. No início temos as nossas hormonas muito desequilibradas e ainda estamos o processar toda esta mudança. Se ainda tivesse a preocupação do peso tinha ficado "maluca"...



Depois também com a amamentação não devemos restringir muito na alimentação.

Eu acabo sempre por dar tempo ao tempo, e a seu tempo tudo volta como antes, claro que com ajuda de uns "pós mágicos".

Primeiro preocupo-me em reorganizar toda a logística que se cria com a entrada de um novo bebé na família, depois em me sentir bem com o bebé que tenho nos meu braços e só muito depois é que penso em recuperar a minha forma.

Para quem amamenta tem sempre a ajuda da "Mãe natureza" que se encarrega de dar um empurrãozinho na recuperação, para que seja mais rápida.

Quase a completar 6 meses de Baby FM e ter a minha vida normalizada, estou pronta para me dedicar a essa luta, a recuperação pós parto!

Além de uma alimentação bastante saudável e disciplinada (ainda estou a amamentar por isso não pode ser uma dieta muito restritiva) vou recorrer também a uns tratamentos de corpo para que o processo seja mais rápido, compensando assim a minha ausência no ginásio.

Confesso que nunca fui grande adepta do ginásio, embora saiba todos os benefícios inerentes à pratica de desporto, mas para mim ir ao ginásio nunca foi o meu programa preferido, além de que neste momento é totalmente impossível pois perdia sempre 2horas e com a minha vida familiar e profissional é quase impossível.

Assim prefiro ir fazer uns tratamentos de corpo para conseguir ter os resultados que ambiciono.

Já do T tinha feito e fiquei super satisfeita, agora esta na hora de voltar a repetir a experiência que tive da primeira vez.

Para isso vou contar, mais uma vez, com a ajuda da clínica InBeauty Clinic para me acompanhar em todo o processo de recuperação pós parto. Uma clínica em que podemos encontrar todo o tipo de tratamentos com um acompanhamento de excelência.


Um fim de semana caseiro

17.10.16

Há muito tempo que não tinha um fim de semana caseiro...

Soube bem parar um pouco e dedicar-me mais à essência da minha casa. É a coisa boa do tempo mais acizentado.

O Sábado começou como todos os sábados, uma correria entre atividades!! Agora com dois filhos temos de nos desdobrar em dois para que eles consigam ter as mesmas brincadeiras.

Às 9h o T entra na Natação e o Baby FM no Gymboree. Depois enquanto o T vem para casa com o pai tomar banho e comer o seu lanche preferido, um iogurte, venho eu a caminho de casa deixar o Baby FM e seguir com o T para mais uma aula divertida no Gymboree. Uma animação para eles e uma canseira para nós!!

Depois das atividades, foi tempo de preparar o almoço, e deitá-los para que dormissem a sesta. O T dormiu e dormiu... o mesmo não se pode dizer do "terror" cá de casa que só queria continuar a festa em casa.

Como tinha dito anteriormente aqui, tinha já começado a mudar alguma coisas no roupeiro para preparar a nova estação, mas com o tempo assim, aproveitei a tarde para separar roupas e mudar na sua totalidade todas as roupas de Verão para Inverno.

Quando faço a mudança da estação da-me sempre uma certa nostalgia, ao pegar em cada roupa eleva-me sempre a algumas memórias... e mais uma vez percebi o quanto estão a ficar crescidos... aos poucos e poucos o estilo de roupa vai mudando, e aqueles tamanhos mini's vão sendo substituídos por tamanhos maiores.

E assim percebo como eles me vão escapando das mãos sem me aperceber...

Acabei por aproveitar as mudanças de roupeiro para limpar mais umas coisinhas em pormenor em casa. Valeu-me a ajuda do B que teve com eles de uma forma incansável. Mas entre umas brincadeiras e o dar mama eram 23h quando estava a terminar.

Domingo, foi dia de recuperar a força e deliciar-me com um brunch no Hotel Real Palácio entre amigos. Ainda não conhecia, mas adorei!! Comida super boa, um atendimento de excelência e para que nós adultos tivéssemos um pouco mais calmos tínhamos um cantinho infantil para que eles pudessem estar a brincar, sempre supervisionados por uma babysitting.






Confesso que a tarde foi praticamente passada ali, eram 16h e ainda ali continuávamos animados a falar e falar.

Tão bom...que até me esqueci tirar fotografias para vocês verem, a máquina foi mas só foi passear no carrinho.

Foi um fim de semana bastante tranquilo mas tão bom. Consegui deitar-me de coração cheio pois no meio de uma agitação própria dos nossos fins de semana consegui aproveita-lo de uma forma bastante intensa com os miúdos e para mim isso é o mais importante.





Sim, dormimos juntos!!

14.10.16

Realmente ter dois filhos não é sinónimo de igualdade. Com uma educação e valores de igual modo são completamente diferentes...

O T desde bebé que foi muito independente, ficava com qualquer pessoa, silenciava o seu choro em qualquer colo, dormia todo o tempo no seu berço e ficava lindamente com os avós sem estranhar a minha ausência...

Confesso que tanta independência até me deixava por vezes triste e a pensar se eu era assim tão importante na sua vida...

Com o Baby FM as coisas já não se passam da mesma forma, pois ao contrário do mano, o Baby FM é a dependência em pessoa... colo só o meu, o seu choro só é silenciado comigo, cama só a minha, e por fim adora estar acordado a olhar para mim.

É bom sentir que os nossos filhos nos adoram de paixão mas acaba por ser muitas vezes esgotante, pois para tudo, é a Mãe.

Desde o primeiro dia que ele nasceu, que não ficou no berço, só queria estar agarrado a mim, as noites no hospital foram passadas com ele nos meu braços e quando chegamos a casa continuou, até hoje...

Atrevo-me mesmo a dizer que tenho uma lapa, no sentido mesmo da palavra pois ele só dorme se tiver agarrado a mim. A minha cama acaba por ser pequena para nós os dois, visto que apenas tenho um espaço micro, pois ele vai-se chegando, chegando até ficar colado a mim; e grande para o Pai pois acaba por ficar com imenso espaço à sua volta.

Por vezes acho que ele não estava preparado para nascer, talvez tenha sido por isso que não tenha dado sinais para nascer...

Se cansa?? Muitoooo.

É um sentimento agridoce pois adoro deitar-me com ele e acordar com ele mas ao mesmo tempo cansa e muito pois não podemos dormir descansadas, além de que ficamos sem "folga" para descansar na sua totalidade.

Do T, tinha imenso medo que ele dormisse comigo, eram mais as horas acordada e a sonhar que estava a cair da cama, que não respirava do que outra coisa, com o Baby FM todos esses medos se dissiparam e durmo sem dramas, senão fosse assim acho que já tinha umas olheiras até ao chão pois são 5 meses e meio a dormir juntos, sem interrupções.

O Baby FM esta quase a fazer 6 meses, e devia ser altura em que começava a pensar em passá-lo para o seu quarto, juntamente com o mano mas acho que a transição não vai ser fácil, primeiro porque ele não sabe dormir sem mim, segundo porque ainda acorda algumas vezes durante a noite para mamar...

Penso que esta etapa ainda esta longe de acontecer, vamos ver como corre mas algo me diz que não vai ser um percurso fácil...

Não me aborrece minimamente a sua dependência pois sinto que ele não esta ainda preparado para "cortar" o cordão umbilical, e acima de qualquer coisa o bem estar dele é o mais importante para mim. Se ele têm essa necessidade então que assim seja, estarei de mãos dadas com ele até ele dizer que não quer mais.

Sei que muitas pessoas são contra o co-sleeping mas eu não tenho medo de enfrentar essas opiniões, mais que opiniões é o bem estar da Mãe e do filho que mais importa. Se é mimo a mais? talvez... mas acho que mimo nunca é demais.

Sei de todos os riscos mas encontrei mais benefícios em deixá-lo a crescer de forma segura ao meu lado.

Uma coisa tenho a certeza ele aos 18 anos já não vai querer dormir com a mãe, por isso e muito mais quero aproveitar cada noite ao seu lado até ele estar preparado para dormir no seu espaço.

Certamente sentirei saudades da minha lapa!!






     Acompanhem-nos também pelo Instagram: @tomas_my_special_baby




Bem-vindo Outono!!

12.10.16

O Sol disse até ontem que não, mas o mês diz que sim.. E assim chegámos ao Outono sem nos apercebermos..

Confesso que gosto mais da mudança para a Primavera do que para o Outono. Mas esta nova estação também traz muitas coisas boas, traz tardes de pijamas, mantas enroladas no sofá, jantares com amigos à volta de uma lareira, e o Natal.

Cá em casa já comecei a mudar aos poucos o roupeiro. Embora o dia de hoje comece a lembrar os dias de Inverno, o Sol ainda têm vindo a brilhar.

Aos poucos e poucos retiro a roupa fresca de Verão cheia de memórias, e dou oportunidade a outras roupas com cores mais frias a transformarem-se em cores quentes.

Mais uma vez a minha escolha foi para a Be Chic, adorei a coleção!! E confesso que foi difícil escolher o que trazer para casa...era tudo um amor mas a vida como é feita de escolhas, tive que escolher as minhas peças de eleição.

Ao escolher a coleção, tive o cuidado de fazer sempre o matchy matchy para os Baby Boy's ficarem com um look ainda mais querido.





O Batizado do Francisco Maria

6.10.16



O dia 1 de Outubro foi um dia duplamente feliz!!

Feliz porque nesse dia brindei aos meus 5 anos de casados, Feliz porque o Baby FM se batizou.

Como católica que sou, o dia de batismo é sempre um dia importante, pois é o Dia em que Deus recebe o meu filho como também filho dele.

O dia começou cedo, com a agitação normal de um dia especial, estava um dia lindo!!

O batizado sem dúvida que é um dia muito especial e emotivo para toda a família. Além da sua conotação católica, o batismo é sempre um pretexto para reunir família e amigos.

O T estava ao rubro com toda a agitação. E o Baby FM portou-se à altura de um verdadeiro príncipe.






Outubro, é um mês de meia estação e como tal é sempre um risco, ora faz sol, ora faz frio. Felizmente no dia 1 de Outubro estava um bonito sol. Escolhi um fofo meia estação para o Baby FM, entre malha e tecido, que lhe dava um ar ainda mais de bebé. Para o T um calção bege que fazia pendant com a malha do fofo do Baby FM, e uma camisa confortável mas com um toque de festa.

A escolha perfeita para esta ocasião foi a Be Chic.



Gratidão!!

3.10.16


Não sei por onde começar, a única palavra que me ocorre é GRATIDÃO...

... Gratidão pelos filhos que tenho

... Gratidão pelo marido que tenho

... Gratidão pela família que tenho

... Gratidão pelos amigos que tenho

... Gratidão pelo dia fantástico que tivemos

... Gratidão por todas as empresas envolvidas por terem tornado o dia ainda mais especial

... Gratidão, a vocês que nos acompanham diariamente

... Simplemente Gratidão!!

Foi uma semana estafante, com muitas preocupações, com poucas horas de sono... mas que valeram cada segundo.

Fomos brindados com um dia de Sol brilhante, com uma energia fantástica de todas as pessoas que nos rodeavam.

Um dia maravilhoso, que me desgastou bastante mas que me preencheu um pouco mais.

O acordar de Domingo, foi bem diferente dos outros dias, há muito que não acordava com tantas dores de corpo, até os ossos dos dedos me doíam, parecia que tinha passado a noite toda a dançar... e talvez tivesse dançado o dia todo sem me ter apercebido. Foi um acordar diferente, com algumas dores mas com um grande sorriso.

Tenho tanto para vos contar, tanto para vos mostrar mas nem sei por onde começar, nem que fotos escolher pois são tantas...

O que vos posso dizer... é que repetia tudo novamente 1000 vezes e mais umas quantas noites sem dormir!!






Acompanhem-nos também pelo Instagram: @ tomas_my_special_baby





5 Anos de um grande Amor...

1.10.16

Antes de sermos 4, fomos 2... e juntos no dia 1 de Outubro de 2011 decidimos construir a nossa família.

5 anos de muitos momentos para recordar...
5 anos de alegrias...
5 anos de alguns tropeções...
5 anos de muita compreensão...
5 anos de muita amizade...
5 anos de Muito Amor!!






Todos os dias damos um passo, não para termos uma relação perfeita, mas para sermos o ideal um do outro.

Hoje 5 anos depois de um dia inesquecível, batizamos o nosso segundo filho, fruto de um grande amor que começou precisamente no dia 1 de Outubro de 2011

O casamento não sendo um "mar" de rosas, pode ser um mar mais agitado ou tranquilo.

A escolha é nossa!!


Acompanhem-nos também pelo Instagram: @ tomas_my_special_baby