Os meus (três) doentinhos

3.3.20
Tenho andado mais ausente porque o tempo tem-me fugido das mãos.

Após o Carnaval, um a um começou a ficar doente. E se ter um filho doente custa, ter três filhos é dose. Sentimo-nos a "apagar constantemente fogos" pois enquanto um chora, o outro vomita e o outro pede-nos colo.

As noites, aí essas noites "malditas". A MC tem sido um terror, o FM quer dormir agarrado a mim e não me quer partilhar com a mana. O T, de todos o mais calmo mas que aparece na nossa cama todas as noites com laringite.

É abrir mão das nossas coisas em prol deles, respirar fundo e segurar o barco dentro da nossa paciência.

Entre eles também já ficamos doentes, mas nem para estarmos doentes nos podemos dar ao luxo. É atacar com o que temos na nossa farmácia e continuar firmes com eles.

Coisas simples da vida mas que se tornam pequenos luxos pois se há coisa que tenho saudades é de ter tempo para estar doente.

Felizmente aos poucos e poucos estão a melhorar e tudo volta à rotina.

Agora, é dar tempo ao tempo para nos voltarmos alinhar.

E por aí muito doentinhos?



Sem comentários:

Publicar um comentário