A 1ª consulta

5.12.16

A viagem de ida é sempre uma viagem agridoce pois existe sempre um nervosismo "miudinho", associada a uma ansiedade. Depois existe uma excitação pela viagem pois tentamos sempre aproveitar o máximo possível. Já que temos de vir, gostamos sempre de tornar esta viagem divertida.

Na viagem contamos sempre com a presença da terapeuta do T pois é uma das pessoas mais importantes no seu desenvolvimento, uma pessoa que admiro bastante, o meu anjinho como lhe chamo. Aproveito sempre para nos conhecermos ainda melhor, embora seja inevitável falarmos do T, também gosto de conhecer o seu outro lado. É sempre uma boa surpresa conhecer a F pois é uma pessoa maravilhosa e a quem devo muito.

A primeira consulta é sempre de perguntas sobre o T, o seu dia-a-dia e o programa que desenvolvemos durante os 6 meses, as vitórias e os fracassos.

Felizmente pouco ou nada tínhamos de fracasso para dizer pois este semestre correu muito bem. Após a conversa foi tempo de avaliá-lo e fazermos uma revisão na pratica dos exercícios e aí o T esteve à altura, os nossos olhos brilhavam, o nosso coração quase saía pela boca tal era a emoção de ver o T a corresponder na perfeição com tudo o que lhe era proposto.

O T têm uma maneira muito própria de cativar as pessoas, de chamar as pessoas para perto de si e também falamos sobre isso, é óptimo mas também é importante que tenha limites pois ele também tem de perceber que não pode ser sempre o centro de atenções.

Sei onde queriam chegar, e concordo, por isso vou tentar impor-lhe mais uns limites, mas não limitando aquele jeito inato dele de encantar qualquer pessoa.

Tudo o que faço é para o seu bem, toda a dedicação é para que ele se torne num adulto feliz, respeitado e que respeite os outros.

Tenho a certeza que tomei a decisão certa quando decidi fazer este método intenso de estimulação.

Amanhã sei que vamos ter mais um dia de emoções fortes, vamos ter exatamente a sua avaliação e vão-nos dar o programa de exercícios por mais 6 meses. Esta consulta é mais intensa pois é um dia que vamos receber muita informação e que muitas vezes nos remete para um sentimento de medo. Os programas são sempre intensos e como queremos tanto fazer tudo muitas vezes nos deixa a cabeça cheia de dúvidas e medos de falhar.

Vamos esperar para ver o que amanhã as terapeutas têm para nós.

Uma coisa é certa hoje vou-me deitar feliz.

Continuem a acompanhar a nossa viagem através do Facebook e Instagram.

Até amanhã





Sem comentários:

Publicar um comentário