A nossa casa

5.4.18
Seja pequena, grande, na praia, na cidade ou no campo é a nossa casa e independentemente de tudo o mais importante é que sempre que entremos nela nos sintamos acolhidos por aquelas quatro paredes.

É ali que nos aconchegamos sempre quando nos sentimos cansados e também é ali que vivemos grandes momentos de família da forma mais intima que há.

Sempre sonhei em viver numa vivenda mas por variadas razões ainda não chegou o momento nem sei se algum dia chegará.

Sonho com o dia em que terei uma casa com um jardim em volta da natureza e que possa usufruir da família a 100%. Que pudesse aproveitar os meus filhos ao máximo, que pudéssemos correr ao ar livre com a Kiki e que jantássemos à luz das velas ao ar livre.

Há possibilidade de sair de Lisboa e ir para o seu arredor mas depois existem tantas coisas que me fazem recuar... o isolar-me dos meus pais é o que mais me faz pensar, depois o estar longe de tudo também não ajuda e por último tenho medo que a nossa qualidade de vida que posamos ganhar se perca em trânsito.

Conheço alguns casos que a mudança foi para melhor, aliás sempre ou quase sempre o é mas depois existem estes "se's" que nos atormentam e nos criam medos.

É uma decisão que deve ser muito bem ponderada e gostava de saber se há por aí alguém que se tenha isolado mais da cidade e que viva de uma forma mais tranquila?

Hoje deu-me para isto e embora saiba as grandes vantagens que teria em mudar, as terapias, a escola, o trabalho, a família são coisas que me fazem continuar no meu cantinho "cómodo".




Sem comentários:

Publicar um comentário