3 dias só Nossos

2.10.17
O relógio marcava 12h quando saímos em busca de um lugar incerto, pelo menos para o B.

Este ano quis ser eu a surpreender, pois por norma é ele que trata destes assuntos.

Noutros tempos aproveitávamos o dia do nosso casamento para tirar uma semana e viajar, hoje a realidade é outra e óptámos por desfrutar de uns dias no nosso país que está cheio de coisas bonitas.

E na realidade desde que estejamos juntos, pouco importa se estamos fora ou dentro do país.

Visto querer aproveitar ao máximo os dias e não querer passar grande parte do tempo em viagem, optei por Évora.

Chamo-lhe a cidade encantada, parece que o tempo não passou por ela, as ruas estreitas, as fachadas das casas e todos os monumentos são de cortar a respiração... o seu ar puro faz-nos remeter para outra época.






Uma cidade que nos foi conquistando todos os dias mais um pouco, e por falar em conquistar não posso deixar de falar na gastronomia, essa então é de ir ao Céu. Tanto eu o B adoramos comer, acho que já perceberam pelo menos quem nos acompanhou pelo Instastories.

A barriga só conseguiu ir a três restaurantes mas os olhos ficaram a morrer de amores por outros, nomeadamente o D. Joaquim.

Para estes dias os eleitos foram, o Fialho, o Degust'ar e a Tasquinha do Oliveira. Não consigo eleger o melhor deles, pois todos eles foram fantásticos à sua maneira. Além de uma comida fantástica, todos encantaram-me pela sua identidade própria, um que conseguiu aliar uma cozinha altamente inovadora aos sabores tradicionais, outro de um requinte aliado às raizes da terra, e outro por ser um mimo de restaurante, onde quem faz o nome é o dono do restaurante, uma casa onde só cabem 15 pessoas e nos sentimos verdadeiramente em casa.

Para estes dias havia duas coisas obrigatórias, uma delas era comer bem mas a outra e não menos importante era dormir ainda melhor. Quando andei a pesquisar hotéis em Évora, um que me chamou a atenção pelo seu conceito ecológico, harmoniosidade e jeito acolhedor foi o Ecorkhotel, e posso dizer-vos que embora seja de 4 estrelas, fomos tratados como de 5 se tratassse.

Adorámos!! Ficámos numa suite fantástica, com uma cama XXL e que me permitiu que passasse duas noites maravilhosas. Consegui vingar-me de todas as noites mal passadas que vivo diariamente. Dormi 10 horas no meio daquelas almofadas super fofas, agarradinha ao B como já não fazíamos há muito tempo.






Um quarto que tinha tanto de conforto como de rústico. Deitava-me com as estrelas e com os grilos a cantar e acordava com os passarinhos e rodeada de oliveiras. Ai que bom!!

Durante o dia a piscina foi a minha casa, e que sossego!! Tanto que até me deu comichões... houve alturas que tivemos a piscina praticamente só para nós. Tirando a água um pouco fria (que acho adequado à altura do ano em que estamos) tudo fantástico... ao fundo ouvia as ovelhas e a vista perdia-se na imensidão de campo... entre ler e dormir, pouco fizemos e que bem que soube, pelo menos era essa a ideia.




















Isto de sermos pais faz com que as prioridades mudem. E se antigamente o importante era a diversão noctura e movimento, hoje as noites querem-se no conforto de uma cama e quanto mais silêncio tivermos melhor.

No meio disto dou-vos as 5 razões para virem cá passar uns dias:
1. A cama
2. A Piscina
3. O pequeno almoço
4. A vista
5. Hospitalidade
6. Internet Wi-fi gratuita em todo o hotel.

E uma coisa que talvez seja um pouco ridícula mas dou importância, é a existência de um secador, sim leram bem, secador. Não que não tenha um em casa porque tenho e até o levei comigo mas infelizmente todos os hotéis têm  um secador mas daqueles pequenos, sem potência nenhuma e que fazem com que percamos 1 hora a secar o cabelo, por isso o meu anda sempre comigo. Quando li que o quarto estava equipado com secador desvalorizei por completo pois imaginei aqueles irritantes, pequeníssimos.  Mas não, é mesmo um grande, com uma potência tal como o da nossa casa. Por isso minhas queridas se escolherem este hotel escusam de trazer secador pois vão ficar felizes com o do hotel. :)



Ah e já agora a sangria de champanhe também é perfeita e combina com o terraço do quarto :)



Resumidamente foi tudo fantástico, senti que tudo o que fizemos foi perfeito e aproveitámos ao máximo a companhia um do outro que era o mais importante. Uma coisa tenho a certeza conversámos até cairmos nos braços um do outro e rimos como há muito não ríamos.


No meio disto tudo houve muitas saudades dos baby boys, poucas foram as conversas que não passaram por eles, mas já estou como o B por mais voltas e voltas que dermos vai sempre faltar alguma coisa e isso é uma grande verdadinha. Valeram-me os vídeos e as fotografias que fui recebendo ao longo dos dias para matar as saudades.

Ficou a promessa que voltaríamos mas desta vez a 4 pois uma coisa tenho a certeza quem iria dar uns bons mergulhos naquela piscina era o T e quem gostaria de correr por todo este campo com um sentimento de liberdade seria o Baby FM.

Agora que venha mais um ano carregado de amor e umas noites mal dormidas (ou não)!









Sem comentários:

Publicar um comentário