18 meses nossos

27.10.17
Ainda ontem te via pela primeira vez e hoje já fazes 18 meses.

Se há coisa que gostava de pedir neste mundo era que o tempo me desse mais tempo para poder acompanhar cada sorriso, cada gargalhada, cada queda, cada passo teu.

18 meses que tem tanto de fascínio como de desafio.

O meu coração bateu por ti de uma forma avassaladora no teu primeiro segundo de vida, deste-me a oportunidade de ver a maternidade com outros olhos, com outro brilho e mostraste-me que as coisas nem sempre são como queremos.

És o que exige mais de mim, que me deixa sem fôlego dia após dia mas depois és aquele bebé encantador, com os seus cabelos dourados, com um sorriso que derrete qualquer coração, que me faz apaixonar todos os dias mais um bocadinho.

Chegaste ao mundo e desde cedo mostraste qual seria o teu lugar nesta família e hoje inevitavelmente acabas por ser o meu pintainho que está sempre debaixo da minha asa.

Choras quando te deixo para ir trabalhar, choras porque queres sempre mais, choras porque queres toda a minha atenção,  choras porque queres dormir entre mim e o pai, choras porque queres que o peito continue a ser o teu alimento, choras porque tens medo de ficar sem mim e eu medo tenho por um dia não precisares mais de mim.

Obrigada meu querido filho por me dares a oportunidade de viver os melhores meses da minha vida.


Sem comentários:

Publicar um comentário