O poder da Massagem Infantil

13.9.17

Hoje quem vos escreve é a Enfermeira Ângela...

“Se sou teu bebé, por favor toca-me
Preciso do teu toque de formas que nunca poderás entender.
Não me laves e vistas e me alimentes apenas
Mas embala-me, beija a minha cara e acaricia o meu corpo.
O suave toque da tua mão transmite-me segurança e amor.”
Phyllis K. Davis

Começo por vos apresentar um “excerto” deste poema que passou a ter grande significado para mim a partir do momento que decidi “cuidar” do outro. Passei a apresentá-lo nas minhas formações ou sempre que me importa transmitir a importância do afeto…do “estar com…” através do toque. (Poderei partilhar posteriormente o poema completo…vale a pena ler!)

A pele é o nosso maior órgão, é a barreira mais próxima que temos entre o organismo e o meio externo. Podemos encará-la como um limite, entre o “eu” e o outro. A relação que se consegue através do toque exige assim relação, interação e conquista…

A massagem infantil permite esta relação sempre através do toque.









Vimala é a grande fundadora da massagem infantil. Combinou nas suas técnicas de massagem contributos de técnicas indianas, suecas e ainda princípios da reflexologia e do yoga, tornando-a muito completa, uma vez que, todas estas influências dão o seu contributo em benefícios.

Falo-vos agora dos benefícios. São inúmeros, e quanto mais a investigação avança, mais benefícios são conhecidos. Selecionei os mais significativos, que se manifestam não só no bebé massajado mas também em todos os membros envolvidos no ritual da massagem.

Espero-vos fazer render por completo a esta prática!





Benefícios para a família e pessoas significativas:
  • Fortalecimento da vinculação segura, do amor, empatia e tolerância. 
  • Oportunidade de envolvimento da família alargada. 
  • Oportunidade para conhecer…viver a singularidade do seu bebé. 
  • Indução de relaxamento na mãe (tão importante no período pós parto) por libertação das hormonas de ocitocina e redução de hormonas do stress. 
  • Estimulo da lactação, muito influenciado pelo aumento da hormona da prolactina. 
  • Redução da depressão pós parto. 
Benefícios para o bebé:
  • Ocorre um estímulo dos sistemas corporais (circulatório, digestivo,hormonal,imunitário,nervoso,respiratório,linfático) atuando como um favorecedor das funções dos mesmos. 
  • Melhoria das competências comunicacionais pré linguísticas 
  • Consciencialização das diferentes partes do corpo pela criança 
  • Desenvolvimento muscular tónico, favorecendo o crescimento Desenvolvimento das capacidades de aprendizagem bem como da linguagem 
  • Relaxamento pela redução de hormonas do stress como o cortisol em favor do aumento de hormonas como a dopamina, a serotonina ou a ocitocina. 
  • Melhoria da capacidade de auto relaxamento do próprio bebé 
  • Melhoria dos padrões de sono 
  • Alívio da tensão física e dores de crescimento 
  • Alívio das cólicas (protocolo especial para as cólicas)


“Ensinar” a massagem infantil funde-se com a missão de passar aos cuidadores a importância do toque. Massajar é tocar, aplicando uma sequência lógica de movimentos que têm um propósito…sendo por isso importante que seja ensinado por um especialista na área (Instrutor de Massagem Infantil).

Deixo-vos o convite para a aprendizagem da Massagem Infantil (em várias vertentes: em grupos, em clínica, ao domicílio…) e não esqueçam de “tocar” o vosso bebé… através também do abraço, do pousar as mãos (“Still Touch”), do toque de contenção, do pegar a mão…

…Tocar com sentimento.

Enfermeira Especialista Ângela Baptista
b_a_badobebe@hotmail.com



Principais Fontes Bibliográficas:
Beider, S., Mahrer, N., & Gold, J. (2007). Pediatric massage therapy: an overview for clinicians. Pediatric Clinics of North America, 54, 1025-1041
Clarke, C., Gibb, C., Hart, J., & Davidson, A. (2002). Infant massage: developing an evidence base for health visiting practice. Clinical Effectiveness in Nursing, 6, 121-128.
Holst, S., Lund, I., Petersson, M., & Uvnas-Moberg (2005). Massage-like stroking influences levels of gastrointestinal hormones, including insulin, and increases weight gain in male rats. Autonomic Neuroscience: Basic and Clinical, 120, 73-79.
Leboyer, F. (1998). Shantala: uma arte tradicional - massagem para bebés (7ª ed.). São Paulo: Ground. (Tradução do original em francês Shantala, un art traditionnel- le massage des enfants,1976, Seul)
“Manual for Infant Massage Instructors, Vimala McClure”

1 comentário:

  1. Um dos melhores presentes que recebi e mais utilizado, a minha princesa sai à mãe, adora uma bela massagem! E as massagens das cólicas, depois de adaptadas à rotina, ajudam tanto a nossa bebecas, que não precisa de mais nenhum estímulo =)

    ResponderEliminar