Saudades Pai

10.7.17
A semana que passou foi um pouco difícil...

Uma semana em que fomos apenas 3. O pai da casa esteve fora em trabalho e sempre que falta um de nós, a pessoa que fica sente a sua ausência. E é nesta solidão que valorizamos ainda mais a pessoa com quem partilhamos a vida e o nosso amor.

É inevitável pensar em todas as mães "solteiras" que andam por aí e que diariamente lutam com os seus filhos a azáfama do dia a dia e o stress inerente ao seu trabalho.

Não é fácil e quando estou sozinha é quando penso mais nessas mães e na força que nós mulheres temos que ter para levar muitas vezes o barco a bom porto. Os dias são uma constante roda viva, de gargalhadas, de sorrisos de abraços, de birras e até de alguns "ralhetes" de tudo e do nada, mas quando o silêncio caí é um sentimento de missão cumprida.

Mas como quem tem uma mãe tem tudo valeu-me a minha que me ajudou diariamente em toda a logística cá de casa. Obrigada mãe!!

Foi difícil gerir as saudades que os baby boys tiveram do pai, custou ouvir o T a chamar pelo Pai e a procura-lo em cada divisão da casa, custou vê-los a darem beijinhos quando o viam do outro lado do écran. Custou muito! Mas ao mesmo tempo é gratificante ver todo este amor que sentem por ele.

Apenas mostra que o B é o melhor pai para eles e que o vêem como uma referência na nossa família.

Deixou-me feliz mas confesso que gosto mais de sermos felizes todos juntos no meio de todo o caos que muitas vezes é a nossa família.

É tão bom ter o nosso pai de volta :)



Sem comentários:

Publicar um comentário