A três

7.9.20

Se não tivéssemos passado pela operação esta seria a nossa semana de férias. Nunca tiramos férias em Setembro e quando tiramos aconteceu uma operação inesperada. 

O Tomás não pode nesta fase ir à praia e piscina por isso para mim não fazia qualquer sentido ele ir para ficar sentado à sombra e ver as oportunidades a passarem-lhe à frente. Não seria bom para ele, nem para o Francisquinho pois não iria compreender porque é que o irmão não o podia acompanhar nas brincadeiras.

Ficámos nós, foi o Francisquinho com os meus pais. Certamente que se irá despedir do Verão da melhor forma possível.

Foi todo contente mas sempre com o irmão no pensamento, já o Tomás chorou porque também queria ir para o Algarve.

Todos os dias falam ao telemóvel e assim que falo com o Francisquiho, a primeira pergunta é "O Tomás?".

Aproveitei o fim-de-semana que só tinha dois filhos para reorganizar a casa, abastecer o frigorífico e arrumar o quarto de brinquedos, que começava a estar caótica, para o tão esperado "regresso às aulas".

Pelo meio passeamos, aproveitámos a nossa casa e brincámos muito.

O pai também não estava por isso foram dois dias a três e não podia ter sido melhor. Por momentos achei que podia não conseguir fazer tudo mas tanto o Tomás e a Maria Constança fizeram grandes sestas o que ajudou bastante.

Confesso que já tinha saudades de viver um pouco a nossa casa. Por vezes também é preciso parar e ganhar fôlego dentro das nossas paredes.


Fofo | Wedoble




Sem comentários:

Publicar um comentário