A operação do Tomás pelos olhos do Pai

8.9.20

Não sou de escrever muito, gosto pouco de aparecer, mas tenho plena consciência que é importante dar vozes aos pais. O papel de uma mãe é verdadeiramente importante mas o pai também sente e chora, mesmo que isso não seja mostrado com tanta facilidade.

Nunca mais esquecerei o telefonema: "Ligaram-me do Hospital, e é para o Tomás ser operado amanhã".

Desde esse telefonema até à sua saída foi uma sensação indescritível e que pouco se consegue dimensionar de tão forte que foi.

Confesso que passado duas semanas ainda não sei como me senti. Nunca me tinha sentido daquela forma, naquele momento perdi tudo pois tudo deixou de fazer sentido.

Tive quinze minutos para processar a notícia e quando tomei a realidade chorei, chorei e muito. Não sabia o que sentir, se felicidade por o Tomás ir resolver o seu problema de saúde ou medo por ter o meu filho em risco de vida.

Quando me disseram por diversas vezes "vai tudo correr bem" eu só conseguia responder, que não tinha como correr. Não aguentaria se algo corresse mal por isso não tinha outra forma de acontecer.

O dia da operação chegou e eu não desejo a ninguém pelo que passei, à distância, passei quatro horas a chorar compulsivamente e com um nó na garganta que me cortou a respiração vezes sem conta. Nunca me tinha sentido desta forma.

A possibilidade de perder um filho é das piores sensações que se possa ter e eu admito, não soube lidar com esta fragilidade da minha/nossa vida.

A primeira vez que não me consegui controlar e lidar com o que se estava à passar. Por natureza sou uma pessoa calma e com uma grande capacidade de ver a luz ao fundo do túnel quando o mundo desaba. Mas nada nem ninguém me preparou para esta dor. 

Depois de muito choro e de uma grande inquietude com o meu "eu", recebi o tão esperado telefonema "correu tudo bem e o problema ficou resolvido".

Incrível como de um momento para o outro podemos passar do pior estado para o melhor numa fracção de segundos. É arrepiante!

Felizmente o Tomás está bem e a recuperar. Não foram dias fáceis. Para mim foi particularmente difícil gerir tudo à distância pois cada telefonema que recebia era um sufoco para mim.

Não foi só o Tomás que ficou com uma cicatriz, mas toda a nossa família. Jamais esqueceremos esta semana.

Neste momento a minha preocupação é que o Tomás não encare a sua cicatriz como algo mau mas sim que perceba que ela conta uma história alegre da sua vida pois o seu problema resolveu-se e vai ajuda-lo a crescer ainda mais feliz e saudável.

A história da cicatriz é uma história com um final feliz. O T é um verdadeiro guerreiro, a pessoa mais forte que eu conheço e tenho uma admiração enorme pela sua capacidade em ultrapassar as adversidades da vida. Ele conseguiu ultrapassar esta fase menos boa sempre com um sorriso na cara, “pai já não dói, não” “eu estou muito bem” são palavras que me diz todos os dias. E creio que ele não tem noção do quanto essas palavras significam para mim. 

Agora vai filho, tens a tua vida toda pela a frente e não tentes ser igual às outras crianças porque não vale a pena.. não és igual.. tu és especial.. tu nasceste para fazer a diferença! És o meu super herói, agora voa porque tens a vida pela a frente.

Um abraço meu filho.




16 comentários:

  1. Uau! Desculpe, mas não consigo dizer mais nada... Obrigada por isto. 🤍

    ResponderEliminar
  2. Meu deus..fez-me chorar! Que bonito💓 o Tomás só pode ser feliz! Tem uma família maravilhosa à sua volta!

    ResponderEliminar
  3. Ler isto com lágrimas nos olhos... O Tomás é de facto, diferente, os irmãos também, os pais,toda a família. Mas cada um é 1peça fundamental para contribuir para a felicidade duns dos outros. O Tomás têm muita sorte,vive rodeado de amor, respeito & atenção. Tenho 1profunda admiração por vocês. E uma ternura infinita pelo Tomás. É mesmo um ser abençoado.

    Cris Coutinho

    ResponderEliminar
  4. Estou desde o início da noite a conhecer a você história, estou desde o início da noite a chorar pela vossa (mas principalmente do Tomás) capacidade de enfrentar a vida. Não sei se conseguia...
    Espero que ele seja muito feliz, ainda mais do que já é, e que quando crescer tenha orgulho naquilo que é e naquilo que passou.
    São uns pais incríveis mesmo❤️

    ResponderEliminar
  5. Papá nunca doste esquecido nas orações. Pensei muitas vezes no quão difícil seria para ti essa fase estando longe... Se perto é aterrador, não posso sequer imaginar longe. Nunca esquecerei o momento do teu reencontro com o Tomás à saída do hospital, foi do mais emocionante onde o que sentiste nesses dias de espera e a felicidade do reencontro estavam tão bem espelhados no teu rosto... Um beijinho enorme de coragem e de muito carinho por vocês, mesmo se só vos conheço virtualmente. És o máximo Tomás e tens uma família acima de espectacular 🌻💚

    ResponderEliminar
  6. Palavras para quê...
    Isto é amor e aqui está a diferença.
    Obrigada ❤️

    ResponderEliminar
  7. Que bonito, já me fartei de chorar.. . O pai é tão importante em todos os processos da vida familiar, e por vezes uma pessoa até se esquece disso, parece que só nós as mães é que temos que estar na linha da frente sempre, mas para que isso aconteça temos que ter uma alicerce destes... Parabéns pela força, pela coragem é a acima de tudo pela humildade com que encaram casa desafio... Um abaracinho apertado a todos e com certeza que o guerreiro Tomás vai vencer está batalha de uma forma muito heróica.

    ResponderEliminar
  8. Que bonito, já me fartei de chorar.. . O pai é tão importante em todos os processos da vida familiar, e por vezes uma pessoa até se esquece disso, parece que só nós as mães é que temos que estar na linha da frente sempre, mas para que isso aconteça temos que ter uma alicerce destes... Parabéns pela força, pela coragem é a acima de tudo pela humildade com que encaram casa desafio... Um abaracinho apertado a todos e com certeza que o guerreiro Tomás vai vencer está batalha de uma forma muito heróica.

    ResponderEliminar