56 Dias

8.5.20
Hoje deixo para trás um dos meus lugares do coração e o meu papel como mãe a tempo inteiro. 

Deixo para trás uma das fases mais exaustivas mas tão mais feliz. Quando decidimos vir, viemos a medo, sem saber o que nos esperaria. Mas com a certeza que estávamos os cinco nisto para o que viesse.

Pelo meio houveram lágrimas, medos, inseguranças, decisões a tomar, sorrisos, brincadeiras, olhares com calma e uma felicidade imensa.

Aprendi a olhar para os meus filhos com tempo, a dar-lhes o meu melhor, ajustei-me várias vezes a eles, avancei e recuei todos os dias mais um bocadinho para que todos tivéssemos equilibrados.

Encontrei na cozinha o meu refúgio, e vivi nela horas a fio.

Cozinhei como uma verdadeira cozinheira, testei receitas, limpei a casa vezes sem conta, perdi-me nas arrumações e em tantos brinquedos espalhados pela casa e até ouvi o meu marido pela primeira a vez a dizer-me "estás feita uma verdadeira dona de casa" quando me via de volta da roupa pela noite dentro.

Foi exaustivo e tantas vezes achei que não conseguia mais. 

Perdi-me e encontrei-me várias vezes mas nunca fui tão completa e feliz nestes 56 Dias!

Vi pela primeira vez o meu país parar, bairros a unirem-se pela janela, palmas, e emoções nos rostos e o arco íris nunca foi tão importante como agora.

Não sei se o pior já passou, só sei que uma fase já foi. Agora é ir...sem medos mas com os devidos cuidados.

Ao fim de 56 dias deixo o cheiro dos pinheiros, os campos verdes, o céu limpo e a melodia dos pássaros. Hoje voltamos para a nossa casa, para recomeçar uma nova vida, com a privação que uma cidade nos dá.

Hoje deixo para trás a liberdade que o campo deu aos meus filhos e os fez ver tudo isto como umas férias.

Agora começa uma nova fase, com máscaras e com uma rotina diferente porque tudo isto vai ter de passar para ficar tudo bem!

Bato a porta com a sensação, que fiquei aqui. Com a maior certeza que a minha família teve a maior oportunidade da vida e aproveitámo-la com tudo!

Fui Feliz!!

E com isto fica a promessa que voltarei mas para tornar este lugar, casa.






Sem comentários:

Publicar um comentário