Por detrás de uma mulher está sempre um grande Homem

30.1.20
Uma família para resultar, precisa que o homem e a mulher vivam lado a lado.

Não precisam de fazer o mesmo, precisam apenas de se complementar. De serem a força um do outro e assim que um baixa a guarda o outro segura-a na mesma medida.

É preciso sacrifício, entreajuda, respeito, compreensão e muitos "respirares fundo".

É natural que seja a mulher/mãe a assumir grande parte do comando, acho que nos está no sangue, talvez pelos nossos antepassados. Mas cabe ao homem partilhar as responsabilidades na mesma medida.

Não é uma questão de ajudar mas sim de partilhar! É diferente! A família é dos dois.

É importante que os pais se envolvam, que mudem fraldas, que deem a papa, que brinquem, que acalmem, que participem ativamnete na educação. Que estejam presentes.

Cabe a nós puxá-los pois a natureza masculina é diferente da nossa.

Se assim for é mais fácil para todos, nós mulheres vivemos mais tranquilas quando lhes faltamos e eles mais confiantes no seu papel como pai. Mas mais importante que este trabalho em equipa é os ganhos que a criança terá em sentir a mãe e o pai na mesma medida.

Há coisas que nos estão nas veias, tal como a eles e a vida de uma casal torna-se num bailado constante.

É este o meu segredo! Claro que me chateio, que discuto ideias, ele não é perfeito, eu também não mas é necessário que alinhemos pensamentos na mesma direção.

Só assim faz sentido.

O B acaba amanhã a sua licença. Fez as minhas vezes várias vezes para que eu tivesse tempo de me dedicar aos meus projetos profissionais, segurou-me na mão e acabou a ser o meu enfermeiro porque tem sido ele que me tem feito o penso.

Não existem segredos, não lhe chamo perfeição mas sim cumplicidade, união e um amor verdadeiro.

Até velhinhos!





Sem comentários:

Publicar um comentário