O sono visto pela Enfermeira Ângela Baptista

26.6.18

A temática do sono é uma preocupação frequente entre os pais, por vezes, geradora de grande ansiedade. O que mais vos quero transmitir é que tanto nesta questão como em tantas outras (iniciar o caminhar, o falar…) cada bebé tem o seu ritmo próprio, é uma pessoa com caraterísticas únicas.

Então o que podemos fazer para ajudar? (perguntarão vocês) 

Muito, o primeiro passo é respeitar e conhecer o vosso bebé…os seus ritmos e necessidades! Acima de tudo não criem pressões em vós próprios, por comparações com o que vêm ou com o que idealizaram! No entanto, são vocês, os pais, que estarão lá para dar a segurança precisa. Com os estudos que vários autores têm realizado sobre esta matéria conseguimos “apurar” algumas estratégias que podem facilitar a “higiene do sono” respeitando as vossas características pessoais. Deixo-vos com algumas:

  •  Oferecer um ambiente envolvente calmo (baixo ruído, baixa luminosidade, poucos estímulos visuais)
  • Oferecer o “lugar de dormir” exclusivo (berço, cama) ou seja, que seja só para dormir e não esteja associado ao brincar.
  • Criar uma rotina familiar que procede o momento do sono, a partir dos (6M) (massagem, embalo, música, narração de histórias…)
  • Dar a oportunidade da criança adormecer na sua cama, no seu espaço, com um objeto de transição (peluche, fralda de pano…luz de presença) se a criança despertar na cama, sozinha, vai conseguir assim ter recursos seus para voltar a adormecer.
  • Quando a criança despertar… confortá-la com ela na cama…dizendo-lhe palavras securisantes “está tudo bem…a mãe gosta muito de ti…vamos dormir”.
  • Se mesmo assim não resultar … oferecer algum daqueles cuidados que a criança reconhece como parte da rotina do sono.
O toque através da massagem é uma das formas de transmissão de amor e empatia, são inclusivamente libertadas hormonas da “tranquilidade” como a ocitocina! A Mustela dispõe de um bálsamo reconfortante que pelos seus constituintes (pinho, camomila…) confere propriedades relaxantes, melhorando o conforto e estimulando a calma e o sono. A aplicação com massagem do peito, braços…tem muito bons resultados!



Almofada | Emília 


Enfermeira Especialista em Saúdeo Infantil e Pediátrica
Ângela Baptista
b_a_badobebe@hotmail.com

Sem comentários:

Publicar um comentário