8 dicas para curar uma mastite

24.7.19
Do T já tinha tido uma mastite, pelo menos achava eu. Depois desta acredito que tenha tido tudo menos isso.

Os sintomas são fáceis de detectar:

  • Febre
  • Dores no corpo
  • Calafrios
  • Mama inflamada (avermelhada e com ingurgitamento)
Confesso que o mau estar, semelhante a uma gripe é que me alertou para uma possível mastite. Mas mesmo assim desvalorizei e achei que a pega não tivesse a ser bem feita e que fosse o cansaço a dar-me estas dores no corpo.

Não liguei para o meu médico (errado) porque achei que não era motivo para chatear e por livre vontade marquei uma consulta com uma técnica especializada na amamentação.

Não que não tivesse sido útil mas hoje teria feito tudo ao contrário. Tinha ligado ao meu médico e tinha recorrido às enfermeiras que o meu hospital tem.

O processo requer muita paciência, força e alguma resiliência e também muitas técnicas para ajudar a resolver esta dor.

Deixo-vos 8 dicas que resultaram comigo:
  • Optimizar a pega
  • Antes da mamada meter sobre a mama 10 minutos um saco de sementes quente
  • Após a mamada meter de imediato gelo
  • Esvaziar a mama com mamadas frequentes com alguma pressão nos ductos bloqueados 
  • No caso de dores ou de fissuras no mamilo recorrer à bomba para esvaziar a mama.
  • Após a mamada espalhar um pouco do nosso leite para ajudar na cicatrização 
  • Meter folhas de couve frias no peito para ajudar na inflamação
  • Purelan ou regenador de mamilos da Avene e sempre que possível deixar o peito ao ar.
  • Brufen e antibiótico (consultar o médico previamente)
Para quem está a passar por isto, desejo as rápidas melhoras e muita força porque sei bem as dores que sentimos, mas somos fortes!

Look Mum & filha | Matchy Matchy
Fotografia | Centrimagem



Sem comentários:

Publicar um comentário