A revolta de um futuro ingrato

13.12.18
Das coisas mais assustadoras na vida é o futuro, nunca sabemos qual a melhor decisão ou como será o dia de amanhã.

E é esse futuro que muitas vezes nos atormenta para viver um presente feliz!

A felicidade depende de nós e temos de ser nós a lutar por ela pois caso contrário nada acontece e corremos o risco de viver uma vida infeliz mas depois existem tantos outros factores que dependem de terceiros e de circunstâncias que não conseguimos controlar.

Certezas ninguém tem mas cabe a nós fechar os olhos e lutar para que num futuro tudo seja diferente.

Confesso que nunca tive medo do futuro, primeiro porque penso que comigo nunca vai acontecer algo de menos bom (talvez seja egocentrismo ou então a forma que encontro para me escudar de uma realidade que tantas vezes me chega à porta) depois fui "obrigada" a pensar e a viver o presente e é isso que me tem afugentado das sombras da vida.

Quando o T nasceu percebi que de tudo o que mais assustava era o seu futuro, porque eu como mãe posso dar-lhe tudo e todas as ferramentas para que ele tenha um desenvolvimento o mais típico do "normal" mas tenho consciência que não posso viver uma vida que lhe pertence.

Hoje, ele é uma criança encantadora, com um brilho no olhar único e com um sorriso que move até aqueles corações mais duros mas ele vai crescer e vai perder naturalmente a sua graça de criança, vai precisar de mostrar que tem valor e que acima de tudo tem um lugar nesta sociedade.

Vamos enfrentar a adolescência, a maldade das pessoas, os olhares indiscretos, comentários inoportunos e tantas portas que se fecharão...

E não, não sou eu a querer ser pessimista, mas sim a ter consciência do mundo que vivemos. Contudo vivo bem com estes meus medos porque a minha forma de estar é mais forte que tudo isto.

E eu cá estarei de mãos dadas com o meu filho para enfrentar estes rente pedregulhos que se atravessarão no nosso caminho.

Isto tudo porque infelizmente tive conhecimento que existe um caso numa escola no nosso país que não deixa avançar uma aluna para o 10º ano porque tem o "azar" de ter o cromossoma a mais. Como é possível? Isto é revoltante!!

"era a informação de que a minha filha deveria sair da escola no fim do ano, se quiser ficar, pode, mas teria que repetir o 9º ano até ao fim da sua escolaridade, seguir para o 10º ano é que não.

Gentis! Devia ser o momento em que devia ter agradecido, nem sei porque não o fiz. Pode repetir o 9ºano com outro grupo até fazer 18 anos e depois ir. Que ideia magnifica, solução mega pedagógica, não fossem professores diria que nunca tinham ouvido falar nesta coisa da pedagogia.

A conversa além de inesperada foi das mais estranhas que já tive, ainda a estou a digerir. Fui ainda informada de que há um homem "mau" que trabalha no ministério da educação alemão, que proíbe que a Vera siga para o 10º ano. Este Senhor mau no ministério lá longe deixou claro que, se a aluna, que frequenta a escola desde os três anos ousar pôr o pezinho no 10º ano a escola será invadida de uma tal fiscalização que retirará a autorização de passar aos alunos futuros diplomas de 12ºano.

Tão mau, mais mau não há. Sem rei, nem roque, este senhor provavelmente nunca ouviu falar de Convenção dos Direitos da Pessoas com Deficiência (CDPD), deve até achar, se é que esta história é verdade, que há pessoas de primeira e pessoas de segunda. Saliento que tanto Portugal como a Alemanha assinou este acordo vinculativo"


Não são palavras minhas mas podiam ser pois tal como esta mãe também eu tenho um filho com necessidades especiais.

É duro! Muito duro!

Nós pais damos tudo o que podemos e o que não podemos, os nossos filhos perdem horas da sua infância para se igualarem aos seus colegas e depois alguém ignorante, que não dá a cara, acaba com sonhos de uma vida e descrimina uma pessoa da forma mais dura e ingrata que há.

Há coisas que não entendo e enquanto mãe posso garantir que vou lutar até as forças me faltarem!

Força Verinha, vamos com tudo e cá estaremos para te ver entrar com o pé direito no 10ºAno.

Partilhem esta situação!!








Sem comentários:

Publicar um comentário