O início

14.3.18
Hoje faz precisamente uma semana para o meu livro estar em todas as livrarias do país.

Um livro que faz bater o meu coração sempre que o vejo.

Há um ano que me foi feito o convite e desde aí foi um turbilhão de emoções, primeiro porque nunca ambicionei escrever um livro, nem tão pouco achava que seria capaz para o fazer, segundo porque sabia tudo o que envolveria. Mas depois de muito conversar com o meu marido e  pensar sobre o assunto decidi abraçar este projeto e entregar-me a ele de alma e coração.

Sabia que teria dias difíceis pela frente, dias de emoções fortes e de uma grande ginástica de tempo. Era algo a acrescentar ao meu dia a dia: trabalho, família, filhos e Blog.

Até iniciar a escrita foram seis longos meses, primeiro que tudo planeámos o objetivo deste livro, a verdadeira essência que jamais poderia desaparecer, contra qualquer cariz mais comercial. Houveram avanços e recuos vezes sem conta, preparei-me psicologicamente para o que iria enfrentar, sabia de antemão que abriria muitas portas que estavam encerradas no meu coração, entretanto meteram-se as férias do verão e tentei ganhar as energias necessárias para iniciar este grande projeto.

Tinha consciência  que teria que entregar toda a escrita no dia 31 de Dezembro de 2017, e no primeiro dia de Setembro dei início ao projeto que teve tanto de fácil como de difícil. Seguramente não foi um livro fácil de escrever porque lida em primeira mão com muitas emoções.

Houve alturas que achei que não conseguia continuar, mas ter ao meu lado uma grande mulher, como a Sara Nabais fez com que nunca vacilasse. Foi ela que nunca desistiu de mim e me fez acreditar sempre que era possível.

Até que no dia 31 de Dezembro lhe entreguei o último capítulo com o sentimento de missão cumprida.

Seguiram-se dias de recolha de imagens, de revisões sem conta, que muitas vezes nos fez acreditar que o livro não estaria nas livrarias a 21 de Março.

E esta data era ponto de honra! O dia Internacional da trissomia 21. O dia de todas os bebés, crianças e adultos com Trissomia 21.

Contudo foi um livro pensado de mãe para mãe, que aborda a maternidade da forma mais crua que há.

Ansiosa pelo dia, curiosa com as vossas críticas e muito feliz pelo dever cumprido!

CONTO COM VOCÊS PARA FAZEREM DESTE LIVRO UM SUCESSO!



E um muito obrigada à Centrimagem por ter conseguido transmitir de uma forma única todo este processo.

Sem comentários:

Publicar um comentário