1 Mês (sem ti)

17.3.21

Querida filha,

Faz hoje um mês que te perdemos sem te podermos ver o rosto.

Tem dias que ainda te sinto, como se isso alguma vez fosse possível. Ainda custa ver-me ao espelho e não te ver.

Não te peguei como a natureza manda e esse vazio corrói a alma.

Dei tempo ao tempo, e embora seja ainda tudo muito recente, sinto-me resolvida enquanto mãe. 

Aceitei este nosso caminho curto com dor mas sem culpas e lamentações.

Tem dias que ainda choro por ti. E não existe um dia em que não pense em ti, e acredito que pensarei até ao meu último suspiro. 

És a peça que falta no meu coração. 

E ao contrário do que alguma vez pensei tiveste a proeza de deixar um rasto de amor ainda mais forte entre mim e o teu pai.

Podia ter sido bem pior do que foi e agradeço-te por me teres poupado.

Ainda te tento imaginar nos meus sonhos e projetar um futuro que jamais acontecerá.

Hoje faz um mês que te perdi e já me deixas tantas saudades.






3 comentários:

  1. Como a percebo mesmo sem a perceber😢😢 tive duas perdas uma com 6 semanas outra com oito semanas quer dizer a gravidez deixou de evoluir as 5 semanas percebo a dor da perda mas não tive tempo para amar porque perfil logo agora você teve tempo para amar😢😢...Um beijinho grande o tempo não cura tudo mas amansa a dor

    ResponderEliminar
  2. Como a percebo mesmo sem a perceber😢😢 tive duas perdas uma com 6 semanas outra com oito semanas quer dizer a gravidez deixou de evoluir as 5 semanas percebo a dor da perda mas não tive tempo para amar porque perfil logo agora você teve tempo para amar😢😢...Um beijinho grande o tempo não cura tudo mas amansa a dor

    ResponderEliminar