Menino ou Menina?

26.1.21

Das perguntas que mais me fazem mas que consigo perceber pela curiosidade que um novo bebé dá...

E se há seis anos me perguntassem se não queria saber o sexo, a minha resposta seria um Não, redondo! 

Sou pragmática por natureza por isso gosto de tudo muito organizado... mas entretanto vamos amadurecendo, e o nosso certo no passado torna-se incerto no nosso futuro.

Tenho dois meninos e só eu sei o quanto desejava uma menina, ao ponto de perceber que estava a ficar tão ansiosa que tive de mandar o meu desejo para trás das costas e racionalizar, porque sentia que aquilo já não me estava a fazer bem.

O que é certo é que à terceira conseguimos a tão desejada menina. E foi com uma imensa felicidade que recebi a notícia mas ao mesmo tempo, tive um medo avassalador, por não saber ser mãe de menina e na porta do gabinete médico, temi não conseguir viver num mundo cor de rosa.

É sabido que são mundos opostos, os meninos são muito nossos e vêm-nos como as rainhas das suas vidas. São mais físicos é certo mas que contrastam com uma meiguice fora de série.

Já o mundo cor de rosa, é uma grande aventura! São meninas, com um feitio mais apurado, senhoras do seu nariz, muito nossas também mas que nos fazem ver que além de nós também existe um rei.

O mundo delas é mais bonito, é de fantasia e remete-nos para a nossa infância.

E eu sou uma privilegiada por ter estes dois lados, são opostos mas que se completam entre si. 

Agora ao quarto filho, não existem preferências! Serei tanto feliz por voltar a abraçar um menino como abraçar uma menina, o importante é que venha bem de saúde. O resto são só pormenores.

A forma que encaramos um quarto filho é completamente diferente da forma que encaramos um primeiro ou segundo. É tudo muito mais simples e descomplicado e pouco interessa, além do seu bem estar.

Sei que tenho muito para preparar, que tenho de resgatar as roupas deles que estão religiosamente guardadas para serem vestidas por mais um bebé da nossa família.

Mas a diferença é que não haverá o rosa ou o azul. Mas sim o branco! 

Só vamos querer saber quando nascer! Se estou curiosa, muito! Mas vou querer acabar o capítulo maternidade desta forma! 

Uma coisa tenho como certa, ou será um menino ou uma menina. Disso não tenho dúvidas!

No entanto posso dizer-vos que o meu palpite é menino e por norma não me engano. O Tomás acha que é uma mana, o Francisquinho, um mano e o pai sonhou com uma menina.

Vamos ver o que o Futuro nos reserva.

Placas | Caturra 



Sem comentários:

Publicar um comentário