Tomás

13.10.20
Ainda antes de ter noção do que me estava a acontecer, no meio de um turbilhão de emoções imaginável, ainda com os focos de luzes sobre mim do bloco de partos, apertei-o com força e jurei-lhe identidade.

Que fosse chamado pelo seu nome próprio: Tomás. Movi e ainda movo montanhas para que ele seja reconhecido por si e não pela sua caraterística maior: Trissomia 21.

O segredo de abraçar a diferença é essa mesmo, e embora saibamos que exista, se a olharmos de frente, sem medos. "Sim! O Tomás tem Trissomia 21" ela perde a sua força. Em momento algum achei que isso fosse condicionante para a sua e a nossa felicidade.

Arrisco em dizer que talvez seja é mais feliz porque ele mostra-me todos os dias um jardim repleto de flores, daqueles que só se vêm no país das maravilhas. Ao contrário de tudo o que me disseram é possível ser-se feliz mas também, apesar das adversidades,  nuca dei oportunidade à vida de me fazer infeliz.

Como já disse o caminho que escolhemos para nós depende exclusivamente de nós e quando o T nasceu vi o meu destino rodeado de dois caminhos, era simples: Ou agarrava-me à vida, e aceitava. Ou vivia no sofrimento por um diagnóstico que tem tanto de concreto como de incertezas.

Talvez tenha escolhido o mais difícil, não sei. Mas hoje posso olhar para um futuro com uma única certeza absoluta: O Tomás será o Tomás e será o que ele quiser da vida. A minha única exigência para com ele é que seja feliz, tudo o resto, a vida resolve-se sozinha (como diz a Querida Catarina Beato).

Foi o meu filho que me mostrou da forma mais dura que todos somos iguais com a nossas diferenças. E é isso que sinto quando o vejo junto de outras crianças. Não consigo diferencia-lo perante os seus pares pois quando olho só vejo uma criança feliz.

Não podia estar mais feliz e orgulhosa por o Tomás ter dado a cara a uma das marcas mais queridas da nossa família. A Pés de Cereja convidou-o para ser um dos rostos da nova coleção Outono/Inverno.
Ele brilhou tal como as outras crianças e juntos mostraram que não existe impossíveis, que é possível amar a diferença da forma mais poética que existe.

Porque a diferença está apenas no olhar de quem a quer ver.





Fotografias | Daniela Sousa Photography



Obrigada Pés de Cereja pela oportunidade e por mostrarem que todos somos iguais com as nossas diferenças.

Tenho um miminho para vocês que estão sempre desse lado 😍

10% de Desconto com a apresentação do código TOMAS10 válido a partir do dia 12 de Outubro até ao dia 22 de Outubro.




Sem comentários:

Publicar um comentário