Os novos seis meses do Baby T

9.7.15

Após a consulta de avaliação do método Glenn Domam foi tempo de estruturar toda uma nova dinâmica para fazer destes seis meses um sucesso.

Não quis perder tempo, e dei para mim própria uma semana de recolha de materiais para que dia 1 de Julho iniciássemos o segundo programa.

Acabaram alguns dos exercícios, mantivemos outros e introduzimos novos.

O plano inclinado deixou de ser uma inclinação e passou a pista. Agora o objetivo é fazê-lo rastejar, rastejar, e rastejar. Em breve a pista acabará e o chão da nossa casa passará a estar coberto de tapetes aderentes e obstáculos, de forma a que o T começe a passar por cima desses mesmos objetos e assim levantar o peito para que comece a ganhar força e assim começar a gatinhar.

Para o incentivar ainda a gatinhar, mantivemos a padronização mas a um ritmo muito mais exaustivo. Nunca disse que este exercício era fácil, aliás para mim é o que custa mais pois é um exercício em que são necessárias três pessoas e a logística não é nada fácil. Todos os dias por volta das 7.30h acordamos para iniciar a padronização. Temos de trabalhar de uma forma intensa durante um mês. Aqui temos a maior prova de fogo..a prova que quando queremos muito uma coisa, conseguimos.

Na estimulação auditiva, introduzimos a língua inglesa e a música clássica e na visão mantemos o quadro das luzes por dois meses, e depois passaremos apenas aos movimentos com a lanterna.

Tanto na estimulação visual, como na auditiva, embora não descure, é onde me preocupo menos pois aí o Baby T atinge a perfeição. Neste momento segue tudo o que é barulho e não deixa escapar nada.

A matemática passou a ter equações, pois neste momento vamos intrudiz a soma, subtracção, divisão e multiplicação com números entre os 0 aos 100. Quando elaborei as equações confesso que tive que recorrer à maquina de calcular.. Por vezes penso como é que é possível um bebé já estar a aprender matemática, quando eu própria sinto dificuldade em algumas contas...










Por fim e o mais importante o plano de leitura. Até Dezembro tenho de mostrar ao T trezentas palavras (mínimo). Não foi fácil recolher o material, pois é preciso mostrar as palavras num cartão duro para que não o danifiquemos. Muito trabalho manual tive de fazer!! Foram algumas noites passadas a pensar e a elaborar tudo mas conseguimos..não estão todas mas cento e cinquenta já estão feitas.







video


Confesso que no meio de tantos exercícios o meu foco está na padronização e na leitura. Quero muito que o T adquira o padrão cruzado, para que ele comece a gatinhar e a linguagem é uma área muito sensível para as crianças com T21 e deve ser muito estimulada.

Tenho a certeza que se o Baby T no futuro conseguir falar sem grandes dificuldades será meio caminho andado para ter uma vida "normal".

Além de tudo isto não deixamos de completar o programa com outros exercícios e com muitos brinquedos próprios para o efeito. E de todas as marcas no mercado nacional, a Chicco ganha.



Após tudo isto, apresentei todo o plano à Dra. LC e com a sua simpatia nata, encaixamos os dois métodos de modo a que estes se complementem e não entrem em rivalidade entre eles.

Sinto que vamos ter uns longos seis meses, que irei atingir alguns picos de frustração, de tristeza mas também de muitas alegrias.

Espero em Dezembro regressar de Vila Verde com mais uma etapa ganha. Para mim o melhor presente de Natal.

2 comentários:

  1. A minha maior admiração por vós e pelo trabalho que desenvolvem com o Baby T.
    <3

    ResponderEliminar
  2. É um grande programa, admiro a vossa determinação e empenho. O Baby T vai sair vencedor como sempre.

    ResponderEliminar