"Um Anjo que caiu do Céu"

23.1.15

Em Janeiro tinha-me proposto começar o método GD mas apercebi-me que os dias passavam e nada acontecia..

Após a época festiva foi início de voltar ao trabalho e tudo se complicou..o tempo escasseava..tive uma semana infernal a vários níveis, mas o desgaste emocional foi demais. Tinha uma grande dor no coração que a cada dia que passava doía mais.. entrei em desespero..pois nada tinha feito ao T.

Tinha medo de não estar à altura deste programa que tanto acreditava, medo de não aguentar, mas acima de tudo medo de falhar..

Houve um dia que parei, pensei e acima de tudo tomei consciência que se continuasse a querer dar o meu melhor em tudo, a minha próxima morada seria num "manicómio"..pois o que estava a querer era humanamente impossível. Decidi então contratar alguém para me ajudar neste árduo "trabalho".

Numa ida ao cabeleireiro, a conversar com o meu querido cabeleireiro PV desabafei sobre a minha frustração.. e ele disse que tinha uma amiga Psicomotricista à procura de emprego..eu disse-lhe para ele falar sobre mim. No dia seguinte tinha uma mensagem no meu telemóvel "Já dei o teu número à minha amiga". E quando menos esperava o telefone tocou, era a AF..expliquei o método e o que pretendia. Combinei com a AF vir a nossa casa para lhe apresentar o meu querido T e os exercícios.

Chegou finalmente o dia, tinha algumas expetativas..mas superou largamente tudo o que podia pensar ou achar: Jovem, Dinâmica, já tinha trabalhado com pessoas com T21, estagiou na maior associação do Brasil- APAE, e acima de tudo super carinhosa com o T, enfim tudo o que podia sonhar..não olhei para mais ninguém: Contratada!!

Fiquei feliz e voltei a sorrir.

Segunda-feira, foi o primeiro dia, enquanto trabalhava, mandei uma mensagem a desejar que tudo corresse bem e que esperava que juntas conseguíssemos atingir grandes resultados. Confesso que estava com medo..não que a achasse que a AF não tivesse à altura, mas talvez que naquelas quatro horas o T dormisse e nada fosse feito.

Durante todo o tempo, estive com o coração a tremer, não liguei..pois tinha medo de ouvir "esta a dormir". Entretanto o meu telefone tocou, era o meu irmão, aí não consegui desligar o telefone sem perguntar como estava o T, e ouvi a resposta que tanto temia, "esta a dormir". Não pensei em mais nada e corri para casa até porque precisava de saber o que tinha sido feito e o feedback da AF.

Quando cheguei a casa, deparei-me com a AF perto do berço a fazer-lhe festinhas..sorri e perguntei como tinha corrido, "Correu tudo bem, fizemos já praticamente tudo".. Ufa..saiu-me um peso de cima.. Entretanto o T acordou e agarrei-me a ele a dar-lhe milhões de beijinhos.

Juntas fizemos mais uns exercícios e falamos de como tudo tinha corrido. Nesse dia tive a certeza que fiz o mais acertado e que me tinha "caído um anjo do Céu".

No segundo dia, continuou tudo a correr bem e os exercícios foram praticamente todos feitos..

Não cabia em mim de tanta felicidade!!

Os restantes dias foram feitos por mim, pois faço questão de participar ativamente no processo. Mas nos outros em que esta a AF tenho tempo para trabalhar e tratar de assuntos sem o peso da frustração. Assim o T todos os dias "trabalha".

Amanhã é mais um dia, mais um dia em que acredito que vai correr bem.

Acredito em Deus, e sei que foi ele que me enviou este anjo. Obrigada AF pelo seu carinho e ajuda neste processo que nem sempre é fácil.

Acredito que juntas seremos uma grande equipa e uma grande família.








Sem comentários:

Publicar um comentário