Otorrino - Check!!

17.12.14

Lembro-me perfeitamente da marcação deste exame (29 de Agosto) estávamos ainda numa fase muito angustiante por tudo o que estava a acontecer..

Nesse dia tínhamos tido consulta de otorrino, para fazer o despiste, mas não obtivemos as respostas que procurávamos pois o T apenas tinha vinte e três dias..assim sendo não havia muito a dizer ou fazer, como tal infelizmente a Dra. CA falou de surdez e mais surdez e aparelhos auditivos.. Saímos do consultório desfeitos pois queríamos apenas certezas e não cenários hipotéticos. Foi difícil conter as lágrimas.. e lá fomos para casa a pensar..como iríamos aguentar toda esta espera?!?

E finalmente..chegou o dia!! (O tempo não passa, voa)




16 de Dezembro de 2014

Um dia longo, muito ansiado por nós, mas com um final feliz..

Começamos pela manhã com a consulta dos quatro meses com a Professora AN, depois de avaliar o T disse que ele estava óptimo e que notava imensos progressos no T pois estava muito bem desenvolvido. Ficámos tão felizes!! Claro que já sabíamos que ele estava muito bem desenvolvido mas nunca é demais ouvir, ainda para mais quando vêm de uma pediatra conceituada.

Depois passamos para as vacinas e fomos recebidos pelas queridas enfermeiras, J, com um ar bastante de Mãe, muito carinhoso, aquelas pessoas que dá vontade de dar um abraço e ficar "agarradinha" e I, também muito meiga que só dá vontade de falar. Obrigada queridas enfermeiras por nos terem recebido tão bem!! Fazem sempre das vacinas do T um momento de ternura.

Queridas enfermeiras

Às 17h voltamos à Cuf, mas agora para concluirmos esta longa caminhada de dispistes médicos. Entrámos confiantes, pelo menos eu, o B estava mais nervoso..

Tirámos a senha e nem deu tempo para respirar, fomos logo chamados. Entramos no gabinete, e aí sim fiquei com aquele nervosismo miúdo..queria muito que o T ganhasse esta batalha!

Para se realizar o exame, o T precisava de estar a dormir, desligaram-se as luzes do gabinete e foi para o meu colo, e ali ficámos agarrados para vencer mais esta dura batalha. Naquele momento o T agarrou o meu dedo com toda a sua força e ali ficamos "agarradinhos" durante todo o exame (45 minutos)..não me cansei de olhar para ele durante todo aquele tempo interminável, tinha a cabecinha toda ligada e dormia como um verdadeiro anjo.



Durante todo esse tempo eu e o B não parávamos de olhar um para o outro, sabíamos perfeitamente o que o nosso olhar queria dizer.. o coração bateu muito forte...a ansiedade estava a dar cabo de nós.

Até que chegou finalmente o momento de acender as luzes, e receber a avaliação médica: "o T não era surdo, estava óptimo ou melhor estava perfeito."

O nosso coração acelerou mas desta vez não por um mau mas por um bom motivo, entramos em êxtase, e temo que as palavras não consigam descrever tamanha felicidade.

Estávamos muito felizes!! Agarramos-nos os três pois tínhamos vencido esta grande batalha!! Agora sim podíamos respirar de alivio, o nosso querido T estava perfeito sem nenhum problema associado.

O T é grande!!



2 comentários:

  1. O T. , é mesmo grande e tao fofo. Parabéns a ele por mais essa batalha vencida. Os nossos meninos tem a mesma idade 😤, podem brincar juntos. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Caiu uma lágrima feliz por voces, parabéns!!

    ResponderEliminar