Planeta das chuchas

24.6.19
Foi assim que o meu marido lhe chamou.

Tanto o T e o FM quando eram bebés nunca usaram chucha mas perto de um ano é que mostraram interesse e desde aí nunca mais largaram, neste momento a chucha era utilizada para dormir, para verem televisão, para os consolar, para tudo. O T na escola não usava mas assim que o ia buscar a primeira coisa que me pedia era a chucha.

Evitávamos imenso o seu uso mas nem sempre era fácil retira-las. Não saíamos de casa sem chucha com medo que se lembrassem e depois tínhamos uma birra instalada.

Isto tudo até ao dia em que o meu marido olhou para o FM e disse-lhe que a chucha iria para o planeta das chuchas, junto de outras famílias, achei que não ia resultar mas o que é certo é que nesse dia pouco ou nada pediu a chucha.

Ao T quando saiu da escola dissemos-lhe o mesmo e bem negociado acabou por aceitar.

Entretanto no Sábado fomos entregar as chuchas ao "planeta das chuchas", na Quinta Pedagógica dos Olivais. Era importante que eles visualizassem as chuchas e que percebessem que ficavam no dito "planeta".



Para quem nos acompanha pelo Instagram, viu como foi feita a entrega, um momento assim meio perdido para eles, estavam inseguros e custou-lhes entrega-las, mas lá ficaram e com algum beicinho e umas explicações à mistura acabaram por as deixar.






Na minha opinião, o timing pode não ser o perfeito porque a irmã está quase a nascer e é normal que eles se sintam e que regridam um pouco. Mas foi uma decisão do meu marido e não a quis contrariar, até porque já tínhamos tomado a decisão que as chuchas acabariam neste Verão.
Para o T a chucha não lhe trazia benefícios pelo contrário e o FM também já começava a ter aquela boca de chucha. Por isso queríamos mesmo acabar com as chuchas!

A decisão está tomada! Mas também não estamos irredutíveis sobre a mesma, se houver um dia que sintamos que eles precisam por algum motivo não lhes vamos negar.
Há coisas que devem ser feitas, com calma, sem stress e ao seu ritmo e é isso que queremos.

Até agora contamos com três dias sem chucha e está a correr bem, pouco pedem e quando as pedem nós explicamos que foram para o "planeta das chuchas" e eles acabam por se lembrar e não falam mais do assunto.
Confesso que ao dormir o processo não é tão fácil, não lhes damos as chuchas, mas damos uma chucha mordedor que tem o formato de chucha mas que não lhes dá aquele consolo de uma chucha normal. Eles aceitam-nas e acabam por adormecer (que era algo que não acontecia até então)

Continuamos a ter as chuchas em casa. Só duas é que deixámos na árvore as outras estão escondidas.



Ainda é tudo muito recente, e ainda vem o maior teste de todos, a  chegada da irmã mas estamos tranquilos. O mais importante é sentirmos que existe um equilíbrio com o que nós queremos e com as suas necessidades.

Sem pressas, com respeito, compressão e com algumas explicações pelo meio tudo se faz.

T-shirt Mum | Dudubaz
Look Boy's | Zara 






Sem comentários:

Enviar um comentário